Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > Alemanha > Aachen > Aachen – Alemanha

Aachen – Alemanha

Aachen , chamada Aix-la-Chapelle em francês é uma cidade independente  da Alemanha, no estado da Renânia do Norte-Vestfália, localizada na região administrativa de Colônia. Situa-se em região de planície no oeste do país, próxima à fronteira da Bélgica e dos Países Baixos, apresentando clima temperado, com chuvas bem distribuídas. Aachen foi, de todas as cidades da Europa, a mais habitada e visitada por imperadores, reis e estadistas. Nela foram realizados, igualmente, vários concílios, sínodos e dietas, e solucionaram-se diversas questões políticas. Destacam-se a assinatura do tratado de maio de 1668, que pôs fim à guerra da Devolução, entre a Espanha e a França, a do tratado de outubro de 1748, conhecido como a Paz de Aquisgrão, que determinou o fim da Guerra da Sucessão da Áustria, e também o congresso de 1818, no qual foi sancionada a evacuação da França pelos aliados, após a derrota de Napoleão.

aachen28
A um pulo da Holanda e da Bélgica, Aachen costuma ser louvada pelos políticos como “a cidade mais internacional da Alemanha”. Todos os anos, esta imagem se confirma com a entrega do Prêmio Carlos Magno. Composta por um certificado, uma medalha e a quantia simbólica de cinco mil euros, a distinção destaca personalidades que se empenharam em prol da Europa. Entre os laureados já estiveram Winston Churchill, Václáv Havel e Jacques Delors.

 

aachen01
A função turística possui grande importância, em decorrência das termas e dos monumentos históricos. São encontradas na cidade de Aachen 27 fontes de águas medicinais, sendo uma delas particularmente conhecida por sua temperatura extremamente elevada.

 

aachen23
Do termo “aquae granni”, termas profundas de Aachen , vem seu nome, nas diversas variantes européias: Aken, Aquisgrán, Cáchy, Aix-la-Chapelle. Esta última versão, francesa, costuma ser adotada no Brasil, embora os portugueses utilizem a forma Aquisgrano ou Aquisgrão. Suas fontes termais são as mais quentes da Europa ao norte dos Alpes, com temperaturas entre 45ºC e 75ºC, consideradas ideais para ajudar na recuperação dos legionários feridos em combate.

 

Catedral

A Catedral de Aix-la-Chapelle, a capital do Império de Carlos Magno, assim chamada em francês, ou Aachen, segundo a designação alemã – é toda de pedra, e distinguem-se três elementos arquitetônicos: o Dom propriamente dito, que é a cúpula central encimada por outra pequena cúpula, no alto da qual está implantada uma cruz; uma alta torre; o corpo do prédio, que contém a continuação da igreja. Tudo isso comunica-se por dentro e constitui um só edifício.   As jóias da coroa em Aachen com 250 mil habitantes, Aachen é um paraíso para os amantes da história e da arte. Uma visita detalhada à majestosa Catedral de São Estêvão e seu tesouro exige algumas horas, dado o seu tamanho e os tesouros que abriga.

aachen33
O primeiro prédio alemão a entrar para a lista da Unesco como Patrimônio Mundial, em 1978. A linda Catedral teve sua construção iniciada na época de Carlos Magno, por volta do ano 800. A parte central da catedral hoje é original desse período. Com o passar dos anos, ela foi aumentada e reformada diversas vezes.

O trono de Carlos Magno no segundo piso da capela palatina da Catedral de Aachen.A primeira impressão ao observar o trono é que se trata de um trono simples, demasiado simples para um imperador. Uma observação mais cuidada revela uma estrutura composta por peças de mármore que possivelmente teriam estado antes noutro lugar ao serviço de outra função. Os seis degraus (em número igual aos degraus do trono de Salomão descrito no Antigo Testamento) são formados a partir de elementos de um antigo pilar. O trono em si é composto de placas de mármore, possivelmente originárias de algum pavimento da Roma Antiga, apoiado em suportes igualmente toscos.

 

aachen32
O templo originou-se da Capela Palatinada (Pfalzkapelle), erigida por Carlos Magno em 788. Interior da capela palatina (octógono) com o candelabro de Barbarossa e vista para o coro gótico. A capela, foi mandada construir pelo pai de Carlos Magno no local onde seria depois construída a da atual catedral, era nessa altura, usada para albergar uma relíquia, a capa de São Martinho (em latim capella). A construção ficou simplesmente conhecida por capela, o que acaba por levar à disseminação genérica do termo capela como um pequeno oratório privado. É a mais antiga catedral do norte da Europa e além de ter sido, na sua fase inicial, e durante séculos, o edifício mais alto a norte dos Alpes, foi também até ao século XVI local de coroamento dos imperadores do Sacro Império Romano.

Relíquias

Carlos Magno foi enterrado na Catedral de Aachen em 824. Duzentos anos mais tarde ele foi canonizado, o que resultou em um fluxo de peregrinos que pretendem visitar e ver Charlemagne da tumba e as relíquias que ele recolheu durante a sua vida. As relíquias são expostas ao público a cada sete anos . No entretanto elas são guardadas no Charlemagne Santuário, envoltas em panos de seda.

aachen12
Em 786 aC Carlos Magno sonhava em criar uma “nova Roma”, quando então encomendou a construção da Igreja de Santa Maria (Church of St. Mary) e sua Capela Palatina, dentro de sua residência em Aachen. Assim sendo, foi ele quem lançou a pedra fundamental de uma das mais importantes construções da Europa, transformando a cidade no ponto de encontro de seu império romano, no ano de 800aC. A catedral tem importância universal em termos de história artística e cultural. Trinta reis alemães foram coroados na catedral, no decorrer de um período de 600 anos (de 936 a 1531), e os tesouros da catedral estão entre os mais importantes de toda a Europa.

 

aachen27
Mais conhecida como a capital do império franco de Carlos Magno, a cidade moderna de Aachen encontra-se no ponto em que a Alemanha se encontra com a Holanda (os holandeses a conhecem como Aken) e a Bélgica (onde os “valões” a chamam de Aix-la-Chapelle). Mas a história de Aachen é ainda mais antiga que o século VIII de Carlos Magno. Soldados romanos remontando ao século I d.C. aproveitavam suas fontes termais (assim como Carlos Magno, que adorava um bom spa para o dia tanto quanto qualquer outro cara). A Catedral de Aachen, a mais antiga do norte da Europa e um Patrimônio Mundial da UNESCO, é a principal atração da cidade.

 

História

A cidade foi fundada pelos romanos, no século I da era cristã. Em virtude de suas águas termais, recebeu a denominação de Aquae-Grani (de que derivou Aquisgrana), em homenagem a Apolo Grano, tradicional protetor dos banhos. Foi escolhida para capital do Sacro Império Romano-Germânico por Carlos Magno (que provavelmente nasceu em Aachen no ano 742 e que nela veio a falecer em 28 de Janeiro de 814), tendo sido a sede da coroação de 32 imperadores que lhe sucederam até a cerimônia ser transferida para Frankfurt, no século XVII. Teve como concorrente política as cidades de Roma e Ravena. A primeira cidade, em importância política, e, a segunda, em tesouros arquitetônicos e históricos. Praticamente devastada pelos bárbaros em 881, foi reconstruída em 983, sendo novamente arrasada por violento incêndio em 1656, e mais uma vez, no século XX, durante a Segunda Guerra Mundial.

 

aachen30
Reis, imperadores, príncipes, bispos, homens de Estado e artistas, russos e dinamarqueses, italianos e franceses: todos disputavam o privilégio de banhar-se em suas águas e de beber da Elisenquelle. A água dessa fonte mineral jorra de mil metros de profundidade, sem bombas. Com forte cheiro e gosto de ovo, é considerada extremamente saudável, e um must para os visitantes.

Aachen City Hall – Rathaus

No Marktplatz em Aachen se encontra a Prefeitura Municipal, construída em 1350 sobre as bases da fortaleza imperial carolíngio ( telhados das torres reconstruída em 1979,  num modelo de Dürer), com as suas belos afrescos sobre a vida de Carlos Magno por A. Rethel) e as cópias do sistema imperial Regalia ( espada, coroa; originais agora em Viena)..  Rathaus é uma palavra alemã, traduzindo literalmente como “Casa do Conselho”, muitas vezes representados como “prefeitura” ou “Câmara Municipal”. No entanto, muitos edifícios específicos são referidos como Rathaus, mesmo quando falaram em Inglês. A partir da palavra, Rat (município), um alemão consultivo ou decisão do Conselho (derivado do raten “, para aconselhar”):.Preferencias:  O imperador Carlos Magno (747– 814) escolheu Aachen como residência. Aqui, mais uma vez as águas foram o motivo da preferência. O interesse pelas características terapêuticas da cidade floresceu em torno do século 18. A partir daí, ela tornou-se a preferida dos VIPs da política.

aachen07
A cidade de Aachen apresentava cerca de 244 mil habitantes em 1995 e é o principal centro da aglomeração urbana com cerca de 1 milhão e 870 mil habitantes que engloba Liège, na Bélgica, e Maastricht, nos Países Baixos (Holanda).

Veja mais fotos de Aachen:

Deixe uma resposta

Topo