Você está aqui
Home > EUROPA > Países Baixos > Amsterdam > Amsterdam – Holanda

Amsterdam – Holanda

Uma mistura de lugar contemporâneo, tradicional e  alternativo, Amsterdã é considerada uma das cidade mais livre do mundo! A qualidade de vida é alta, a corrupção é relativamente baixa e o ambiente é tranquilo e total  pró-liberdade.  Ela não para nunca. Está sempre em movimento, sejam as bicicletas por todo lado, ou dos bondes que cortam o centro da cidade. É muito democrática quando se trata de atrações! Tem para todos os gostos, programações para jovens, adultos e crianças. Existem 165 canais em Amsterdam, um sistema de 75,5 km com uma profundidade média de 3 metros. Originalmente a aristocracia morava ás margens do Keizersgracht. Hoje muitas casas foram transformadas em escritórios, hotéis ou museus.

amsterdam02
Conhecendo Amsterdam, é possível imaginar como era a vida na época dos reinados. Além dos prédios muito bonitos, a cidade está repleta de canais, que totalizam o número 165. Devido aos canais existe uma certa rivalidade entre Amsterdam e Veneza, ambas disputam o título de mais bonita. Amsterdam é considerada a Veneza do Norte. Aqui um aparte…. conheço as duas cidades, e indico que uma é completamente diferente da outra. Pontes: Através do tour de barco entramos no clima da cidade. Admirando os canais e cruzando as pontes pela água . Desde tempos imemoriais, todas as noites 40 eclusas no centro da cidade são fechadas manualmente durante uma hora e meia, um processo para renovação da água.

 

Diques ,  represando as águas

Através dos séculos, os holandeses foram tomando as terras do mar, construindo diques e represando as águas. O país inteiro é pouco maior que o estado de Alagoas, e 6 vezes menor que o Paraná. Cerca de 40% das terras dos Países Baixos foram roubadas ao mar.

amsterdam15
Curiosidade de Amsterdam: Contrastando com toda essa aura histórica e artística de Amsterdam, está o ar liberal da cidade. Para quem não sabe, na Holanda o uso de drogas leves, a euthanasia e o casamento entre homossexuais são legais. A cidade é repleta de coffee-shops, os bares onde é vendida maconha e o chá de cogumelos, os magic mushrooms, que têm efeito alucinógeno. Por incrível que pareça, os holandeses não são os principais consumidores e reclamam da fama de maconheiros que lhes é atribuída. Cerca de 10% da população fuma maconha. Os principais consumidores são os estrangeiros que visitam ou moram na cidade.

 

amsterdam04
Um lugar que não pode ficar de fora da sua lista de o que fazer em Amsterdã é o Museumplein, a Praça dos Museus. É lá que estão os museus mais famosos de Amsterdã e da Holanda, que são o Museu Rijksmuseum, o Museu Van Goghe e o Museu Stedelijk. Se for priorizar, não deixe de ir no Museu Van Goghe, que é o maior acervo de obras do artista no mundo. O Rijksmuseum também é incrível e o Museu da História Artística da Holanda, do qual os holandeses tem o maior orgulho. Os dois são enorme e vão precisar de no mínimo três horas para pelo menos percorrer o lugar, sem fazer muitas paradas. E é na Museumplein que está o famoso escrito “I amsterdam”, bem no meio da Praça dos Museus, onde você provavelmente vai tirar uma foto.

 

Dam Square

Dam Square é a principal praça de Amsterdam. Seus notáveis edifícios e frequentes eventos (como rua artistas) torna-a um dos mais conhecidos e importantes locais da cidade. Situa-se no centro histórico de Amsterdam, não muito longe do transporte principal de trem, a Central Station.  Bem perto daqui esta red-light district, de Wallen.

 

amsterdam09
Centro da cidade – Dam Square: Amsterdam é uma cidade linda. Para cada lugar que se olha, tem prédios bonitos: os típicos holandeses com fachada estreita, muitas janelas e diferentes cores; e os prédios grandes e históricos, com design meio medieval. Os prédios mais antigos datam do século XVIII. Ao fundo atrás da roda gigante está o Royal Palace. Chegamos aqui na Dam Square, de quem dou detalhes mais abaixo. Aqui, neste local… acontece os maiores eventos da cidade.

 

amsterdam05
O Red Light District é um lugar muito conhecido em Amsterdã por ter grandes casas com vitrines, onde mulheres de programa ficam expostas para as pessoas que passam na rua poderem ver seus corpos e escolher a que acharem melhor. O nome é porque as luzes desses lugares são todas vermelhas, o que deixa a região toda avermelhada. É legal para conhecer essa parte da cultura da Holanda, onde é um dos poucos lugares do mundo em que a prostituição é legalizada. Existem várias regiões que são chamadas de distritos onde várias casas dessas ficam concentradas no mesmo lugar, formando uma rua inteira de mulheres de programa expostas na vitrine. O principal lugar é a região De Wallen, no centro de Amsterdã, conhecido como bairro da luz vermelha. Não tente tirar fotos, pois elas consideram como desrespeito e pode causar problemas.

 

 

amsterdam07
Abaixo do nível do mar: Além da avenida Damrak, as outras principais áreas comerciais da cidade estão situadas ao longo das ruas Nieuwendijk, Kalverstraat, Leidse Straat e a praça Leidseplein. Torres como a Montelbaanstoren, são pontos tradicionais da cidade, e antigamente serviam como referência para os navios, na época das grandes navegações. O período de ouro da Holanda foi no século 17, quando chegou a ser a dona dos mares, e Amsterdam uma cidade riquíssima, como um dos maiores centros comerciais da Europa. Se o mar trouxe riqueza para a Holanda, é ao mesmo tempo motivo de permanente atenção. Como grande parte do território holandês fica abaixo do nível do mar, a preocupação com a manutenção das barreiras e diques é constante.

 

amsterdam06
Não muito longe da Central Station, fica a Casa de Anne Frank. Onde ela e a família judia, se refugiaram para viver escondidos dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Moraram por 3 anos na parte de traz de um dos escritórios do pai, sem ver a luz do dia. O museu é incrível, mostra exatamente como eles viveram. Mesmo para quem nunca leu o livro (um dos mais vendidos do mundo) vale a pena conhecer um pouco mais da vida dessa garotinha.
amsterdam11
Tour boats são uma boa maneira de conhecer a cidade. Aqui, Hendrik, Maria e Manuel se preparam para estarem à bordo. Aqui fica o atracadouro de onde saem barcos com diversas opções de tours. Sugiro o tour que tem duração de 1 hora e custa EUR 8. É um tour circular que o levará pelos mais belos canais e pontes dando uma noção da cidade que é chamada de “Veneza do Norte”. Você pode comprá-lo em uma das diversas empresas que oferecem este tipo de serviço, como a The Best of Holland ou a Lovers Canal Cruises . Sendo um tour circular, você desembarcará aqui mesmo e então, depois do passeio de barco, poderemos iniciar nossa caminhada.

 

amsterdam03
Amsterdam, uma cidade única, com contrastes muito fortes, capaz de realmente mexer com a cabeça de qualquer um. Há cerca de 3.000 casas flutuantes ancoradas ao longo dos diversos canais. Algumas são restaurantes e até hotéis. Deslizar pelos canais de Amsterdam é voltar no tempo. A cidade foi construída a partir do comércio marítimo e é uma das mais bem preservadas de toda a Europa. Há quase 7 mil prédios dos séculos 15 ao 18 espalhados pela cidade.

 

amsterdam13
O que não falta em Amsterdã. é ciclovia! Existem cerca de 550.000 bicicletas. Pedalar pela cidade é muito comum, as ruas são planas, e isso facilita a vida de qualquer ciclista. Além de ser uma forma simples e econômica para se deslocar.

 

amsterdam12
A dica de o que fazer em Amsterdã é o passeio de barco. A cidade é conhecida pelos seus charmosos canais e com o passeio você vai ter um experiência super legal, romântica para quem estiver em casal e vai conhecer um pouco da cidade logo de cara, pois o passeio passa por várias regiões. São várias companhias que oferecem esse passeio por vários pontos de Amsterdã.

 

amsterdam14
Opções de cada um: Os holandeses são pessoas muito independentes, que acreditam na liberdade. Mesmo que não concordem, eles respeitam o modo de ser alheio. Muitos não são liberais, mas respeitam muito a vida dos outros. Nas ruas era normal encontrar casais de mulheres e homens homossexuais, e não era lugar típico para gays. As pessoas não ficam olhando e comentando (ou cochichando) sobre a vida alheia, como no Brasil.

 

amsterdam10
Amsterdam tem fama internacional de ser a terra de tolerância às drogas. Realmente, numa tentativa de descrimininalizar o uso e diminuir o tráfico de drogas, o governo holandês adotou uma postura de tolerância legal. Existem só em Amsterdam, mais de 300 “herbs-cafes”, bares onde a venda de pequenas quantidades de drogas para consumo pessoal é permitida. Como não é obrigatório o consumo, você pode tranquilamente visitar um desses lugares e pedir somente um café!

 

 

amsterdam08
Koninnklijk Paleis: Do lado oposto da praça Dam está o Koninnklijk Paleis. Este é o Palácio Real, residência da rainha dos Países Baixos. Ele foi construído em 1609 e seus alicerces estão incrivelmente apoiados sobre 13.569 pilares de madeira por causa da natureza pantanosa do terreno. De junho a setembro as visitas são permitidas aos Salões do Conselho e à Câmara Estatal.

Deixe uma resposta

Topo