Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > Espanha > Barcelona > Barcelona

Barcelona

Capital da Catalunha e principal polo industrial da Espanha, Barcelona é uma cidade moderna, elegante, irreverente e cheia de energia. Cidade portuária às margens do Mediterrâneo, Barcelona é a terra de Antonio Gaudí (1852-1926)., arquiteto modernista cujos projetos e traços “orgânicos” são a principal atração a cidade, e encantam turistas do mundo inteiro. Outro ponto forte de Barcelona é a vida noturna e cultural. A cidade recebe diversos festivais e eventos internacionais todos os anos, e é um dos destinos mais badalados pela juventude europeia. A melhor maneira de conhecer e desfrutar Barcelona é caminhando por suas ruas cheias de histórias e vida, onde se unem o presente e o passado. A cidade foi sede dos Jogos Olímpicos de 1992. Possui um imenso patrimônio histórico, com vários prédios na lista da Unesco. É também o centro cultural da língua catalã.  Um passeio especial é caminhar pelo pitoresco boulevard La Rambla que parte do centro histórico e termina no Mar Mediterrâneo. Outros destaques são os bairros Gótico e Born.

barcelona03
Negligenciada por décadas, a orla marítima surpreende hoje com agradáveis praias e as múltiplas opções culturais de Port Vell. As feições de Barcelona são tão marcantes e únicas que encantam ao primeiro encontro. Boa parte dessa impressão poderosa é fruto da criatividade e ousadia de arquitetos como Gaudí e Domènech i Montaner, autores de ícones extravagantes como a Casa Milá e o Palau de La Música Catalana, respectivamente.

 

Porto Novo

O marco do porto de Barcelona é uma grande torre, monumento a Cristóvão Colombo. Do alto desta torre, o turista tem uma visão panorâmica da cidade. A zona portuária divide-se em Porto Velho (Port Vell) onde se encontra o Maremágnum e o áquario, e Porto Novo (Port Nou), once se vêem marinas e inúmeros barcos luxuosos. No Port Vell, uma longa passarela de pedestres adentra o mar e nos leva ao Maremágnum, um grande centro comercial em um local privilegiadíssimo com lojas, cafés, restaurantes e até discoteca. Aí também se encontra o sensacional aquário de Barcelona, um dos maiores da Europa.

 

 

barcelona10
No bem preservado Bairro Gótico, ruelas estreitas e escuras são cheias de vida, ao passo que no amplo Eixample os padronizados quarteirões exalam charme e vanguarda cultural.
barcelona08
O Parque Montjuic fica numa montanha, e de lá você verá a Les Arènes, uma antiga arena onde os Beatles tocaram em 1966. Lá está localizado a Fundacion Joan Miró, e perto dali no Palau Nacional o Museu Nacional d’Art de Catalunya. No noroeste de Montjuic é o ‘espanhol Village “, Poble Espanyol. O Anella Olímpica (Anel Olímpico) é o grupo de instalações desportivas onde foram as Olimpíadas de 92. Você pode ir através do Funicular, todo moderno, que vai direto ao topo.

 

Cidade eclética

Barcelona não é somente a capital da Cataluña, mas também o centro da moda, da arte, da arquitetura e gastronomia. É a cidade mais eclética e cosmopolita da Espanha em todos os aspectos. As opções de lazer são inúmeras e seus quase dois milhões de habitantes podem desfrutar de várias mostras de filme e exposições de arte, famosos museus, uma gastronomia deliciosa com muitos frutos do mar e, naturalmente, uma vida noturna espetacular. A lista do que esta maravilhosa cidade tem para oferecer é infinita. Imponentes avenidas, belíssimas praias, obras de arte fantásticas, maravilhosos restaurantes, muitos bares e discotecas e uma arquitetura que leva séculos evoluindo.

barcelona02
A montanha de Montjuic (monte Judeu) foi protagonista de muitos acontecimentos. O símbolo histórico e o monumento mais antigo (finais do séc XVII) é o castelo de Montjuic, onde se pode admirar uma das melhores vistas da cidade. A exposição universal de 1929 e os jogos olímpicos de 1992 foram duas datas importantes para a cidade. E estes dois eventos tiveram muitas de suas comemorações em Montjuic.
barcelona04
A grandiosa Catedral de la Santa Creu i Santa Eulàlia, ou simplesmente Catedral, é uma das construções mais importantes do Barri Gòtic. Sua presença no bairro é tão marcante que, até o início do século XX, o bairro gótico era conhecido como “Bairro da Catedral”, uma alusão ao papel exercido pela catedral como centro espiritual do bairro.Foi construída entre os séculos 13 e 15, em estilo neogótico. A construção da catedral gótica foi um processo lento e gradual. Teve início em 1298 sobre os restos de um antigo templo cristão e só foi finalizada seis séculos mais tarde. A presença de uma mistura de estilos arquitetônicos, como gótico, barroco, neogótico e modernista, representam o desenrolar da história religiosa da Espanha.

 

COMO CIRCULAR

Barcelona possui um excelente sistema de transporte integrado. A combinação de metrô (www.tmb.cat) e ônibus fazem o turista chegar a praticamente todas as principais atrações turísticas com velocidade e muita praticidade. São oito linhas de subterrâneos, cem linhas de ônibus e as linhas de teleférico e funicular de Montjuic. Para compreender o sistema, mapas estão disponíveis em todas as linhas de metrô, mas você também pode traçar sua rota no site da TMB.

Uma viagem simples, não integrada, custa €2 para os ônibus, metrô ou funicular. Um cartão para dez viagens sai por € 9,25, enquanto que há também bilhetes turísticos válidos por vários períodos: 2 dias(€ 12,80), 3 dias (€ 18,50), 4 dias (€ 23,50) e 5 dias (€ 28). Há outros descontos para crianças e estudantes.

Andar de carro em Barcelona não é muito fácil. Apesar da boa qualidade de suas ruas e sinalização, o típico trânsito pesado de grandes cidades e a dificuldade em estacionar não são encorajadores. Se mesmo assim você tiver que ter um, tenha um mapa ou navegador GPS à mão.

 

O Bairro Gótico

O Museu de Historia da Cidade fica no bairro mais antigo de Barcelona, o Bairro Gótico, nos arredores da “Plaça de Sant Jaume”. O Bairro Gótico foi construído exatamente sobre o que um dia foi a antiga cidade romana. Alguns de seus prédios datam da idade média. O antigo fórum romano ficava onde hoje é a Plaça de Sant Jaume e, é nesta praça onde se celebra no dia 23 de abril, o dia de Sao Jorge, um militar romano cristão que, por volta do ano 303, foi considerado um mártir, por não abdicar de suas crenças. Esta é a festa mais comemorada pelos catalães. É também nesta famosa praça onde se localiza a sede do governo da Catalunya, a “Generalitat de Catalunya”. É ainda no Bairro Gótico que se encontra um dos museus mais visitados de Barcelona, o Museu Picasso, onde se vê obras de várias fases do artista.

barcelona09
Bairro Gótico: é uma das áreas mais fascinantes de Barcelona. O bairro milenar guarda um extenso conjunto arquitetônico medieval, com ruas estreitas, construções de pedras e muitas atrações. Entre elas, destacam-se o museu de Pablo Picasso, o Palácio Real, o Palau de la Generalitat (antiga sede do Governo Catalão), a Plaza del Rey, tipicamente medieval, e a Catedral de Santa Eulália, datada do sec. XIII.

 

Igreja Sagrada Família

Com cerca de 100 metros de altura, a catedral é um dos principais cartões postais de Barcelona. Projetada por Antoni Gaudí, a obra ficou parada desde 1891, quando o arquiteto faleceu, até 1979, e ainda não foi terminada. No entanto, é uma das principais obras de Gaudí e um dos principais pontos á serem visitados em Barcelona.

barcelona13
Nada porém em Barcelona tem o poder atemporal da Sagrada Família. O inacabado templo católico transcende a religião para se tornar um símbolo da cidade, impresso no gênio de Gaudí e nos muitos artistas que ali deixaram sua marca.

 

barcelona12
Em 1866, nasce a Fundação Espiritual Devotos de San José, que promove a construção de um templo dedicado a “Sagrada Família”. Com as doações dos devotos, em 1881, a associação compra o terreno onde seria construída a futura igreja e, em 1882, colocam a 1º pedra. O arquiteto Joan Martorell se demite e Antoni Gaudí, ajudante de Martorell, é nomeado o novo arquiteto do templo. Gaudí modifica o projeto e aumenta a altura do templo para 170m. Atualmente o arquiteto encarregado de seguir a obra de Gaudí é Josep M. Subirachs.

 

barcelona11
A Sagrada Família é uma monumental igreja inacabada e iniciada em 19 de abril de 1882 a partir do projeto arquitetônico de Francisco de Paula del Villar (1828-1901). Ao final de 1883 Gaudi foi encarregado de continuar a obra com um majestoso projeto, mas morreu em 1926 e não chegou a ver sua mais importante obra terminada. As torres querem alcançar o céu com os contornos inspirados na montanha Santa Montserrat. A simbologia cristã está presente em toda obra de Gaudi e na superfície estão incrustadas um emaranhado de esculturas que parecem surgir com vida nas pedras. A fachada à sudoeste (Paixão) e as quatro torres, estão quase terminadas, e a nave, iniciada em 1978, está em construção.Imperdível!

 

 

Curta uma noite na cidade

Barcelona é um parque de diversões noturno, com opções de lazer e baladas para todos os bolsos e gostos. De lounges sofisticados a botecos baratos, animados pubs irlandeses e discotecas para dançar a noite inteira, Barcelona tem de tudo. Ahh, e se você quiser fazer como os habitantes locais, não chegue em casa antes do sol raiar!

 

barcelona01
Casa Milá: também conhecida como La Pedrera, é mais uma importante obra de Gaudí. Está localizada na Passeio de Gracia, principal avenida de Barcelona, e consiste em um edifício de apartamentos, onde o arquiteto expressa toda a sua relação com as formas orgânicas. É um dos edifícios mais significativos da história da arquitetura, é considerada mais escultura que edifício. A fachada é uma impressionante massa de pedra ondulada sem linhas retas onde o ferro forjado está presente nas sacadas, imitando formas vegetais. O telhado é uma fantasia, as chaminés com formas que lembram guerreiros, saídas de escadas que formam um bosque de figuras que surpreendem pelo vanguardismo das formas. O edifício foi reconhecido como patrimônio da humanidade pela UNESCO em 1984.

 

Parque Guell

No alto de uma colina em uma extensão de cinco hectares encontra-se o Parque Guell, mais uma obra de Gaudí e também um tombado pela UNESCO e a melhor vista de Barcelona. A área, previamente destinada a construção de casas de luxo, com vista panorâmica para Barcelona, pertencia ao conde Guell.

barcelona14
Ensolarada, colorida, bonita, ousada, assim é a fotografia imediata que se tem de Barcelona. Cidade portuária, voltada para o Mediterrâneo. Barcelona se situa a leste da Espanha, ao redor do Monte Táber e a 150 Km da cordilheira dos Pirineus. Economicamente é a cidade mais ativa da Espanha e depois de Madrid é a maior em densidade demográfica. A Ibéria, como era referida a Espanha em tempos antigos, já era desde 45 a.C. integrada ao império romano, mas foi por volta do ano 15 a.C. que Barcino, como era chamada Barcelona, foi fundada pelo imperador romano Augusto. Ainda hoje pode-se conferir no subsolo do museu de Historia da Cidade a existência daquela, então, antiga colonia romana.

A língua de Barcelona

Barcelona é capital da Catalunya e a língua que se fala por lá não é o espanhol, mas o catalão, diferente do castelhano, mas ainda compreensível para os ouvidos dos brasileiros, afinal, o catalão também se origina do latim. Muitos dos out-doors espalhados pela cidade, quando não estão escritos apenas em catalão estão escritos em ambas as línguas. Existe uma rivalidade notória entre Barcelona e Madri. Por razões históricas e principalmente políticas, a Cataluña (em castelhano), ou Catalunya (em catalão) desenvolveu uma identidade própria, diferenciada do resto da Espanha. Portanto, não ouse chamar um barcelonês de espanhol se não quiser arrumar briga.

 

Parque Güell

É um projeto frustado de Antoni Gaudí e do seu mecenas Eusébio Güell. A ideia dos dois era construir um condomínio, do tipo cidade-jardim, inspirado nos condomínios da Inglaterra, para os burgueses de Barcelona. Em 1899, Güell comprou o terreno e convidou Gaudì para tocar o projeto, que previa a construção de 60 casas. O projeto fracassou, pois os ricos da cidade achavam o lugar longe do centro e pouco urbanizado. Em 1918, quando o conde Güell morreu, o empreendimento foi vendido para a prefeitura de Barcelona que decidiu fazer um parque.
Em 1900, Gaudí começou a trabalhar no park, cujas obras param em 1914, com a chegada da Primeira Guerra Mundial. No terreno localizado na parte alta da cidade, foram construídas as partes comuns do condomínio e as casa de Gaudí , de um advogado amigo de Güell e a casa do sr. Güell (hoje uma escola). A casa de Gaudí é um museu, a entrada se paga a parte da entrada do parque.

barcelona06
Depois que o conde Guell faleceu, seus herdeiros doaram essa grande área para o governo municipal, que a transformou em um parque. O emprego de muitos mosaicos, inclusive sobre a escultura de um lagarto e como revestimento de um gigantesco banco sinuoso que contorna um grande mirador de onde se descortina Barcelona, fazem do Parque Guell um lugar único.Não deixe de caminhar pelos corredores feitos de pedras que circundam o parque. Eles tem formas interessantes e se pode fazer lindas fotos neles. O Parque Güell foi construído entre 1900 e 1914, mas só foi inagurado como parque público em 1926. O parque já coleciona títulos muito merecidos! Em 1969 foi nomeado Monumento Histórico Artístico de Espanha. Em 1984, a Unesco o incluiu como uma das “Obras de Antoni Gaudí” que ganharam o título de Patrimônio da Humanidade.A área do parque é de 17.18 hectares. Recomenda-se usar roupas leves e calçados confortáveis porque você irá andar muito pelo parque!

 

Passeando na cidade

Imperdíveis  são as “Las Ramblas” ou a “La Rambla”, uma via de pedestres que se estende entre praça da Catalunya e o porto, e é acompanhada em suas laterais por uma sequência de ruas estreitas cujos prédios parecem fazer parte do cenário de um filme de Almodovar. As “Las Ramblas” são certamente o passeio mais popular da cidade e, sem dúvida, um passeio obrigatório. É ai que se percebe o número de turistas que a cidade atrae, principalmente ‘a noite. “Rambla” vem da palavra árabe “Ramla” e quer dizer “leito de rio” e o que agora são ruas foi antigamente o leito de um rio.

barcelona07
Cais de Barcelona: localizado em frente ao antigo estaleiro de Barcelona, o cais abriga o prédio da Alfândega e é o ponto de partida dos navios em direção às ilhas do Mediterrâneo, bem como das Golondrinas, pequenas embarcações que fazem passeios nas proximidades do porto. Ensolarada, colorida, bonita, ousada, assim é a fotografia imediata que se tem de Barcelona. Cidade portuária, voltada para o Mediterrâneo. Barcelona se situa a leste da Espanha, ao redor do Monte Táber e a 150 Km da cordilheira dos Pirineus. Economicamente é a cidade mais ativa da Espanha e depois de Madrid é a maior em densidade demográfica.

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo