Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > França > Caen > Caen

Caen

Caen, como toda a metade oriental da região da Baixa-Normandia, faz parte da bacia parisiense. A cidade se situa em uma planície, própria para o cultivo de cereais. Caen (se pronuncia Côn). Linda, limpa e organizada, Caen está repleta de história e cultura. As Abadias de Aux Hommes e Aux Dames são exemplo disto. Também é imprescindível conhecer o Château Ducal bem no centro da cidade e passar pelo menos uma tarde no Memorial de Caen. O Château de Caen foi construído numa pequena elevação, encontrando-se na atualidade no meio da cidade de Caen. Com uma área de 5,5 hectares, é um dos maiores castelos da Europa Ocidental. Mantém as características essenciais da estratégia e política da Dinastia Normanda. Para quem busca lindas paisagens a Normandia é um paraíso. Seus campos de trigo, plantações de peras, vilas bucólicas e seus castelos fazem a alegria de qualquer visitante.

l’Eglise St Pierre em frente ao Château.

As construções mais antigas de Caen são principalmente igrejas. A Igreja Saint-Pierre (São Pedro) se localiza no ponto central da cidade, em frente a castelo. A torre foi levantada em 1308, a ala da direita em 1410, e a ala da esquerda logo depois e o grande portal em 1384. Essa igreja está passando por uma limpeza externa devido aos danos das bombas na Segunda Guerra Mundial. Construida a partir do século 13 ,  é notável como  sobreviveu durante a guerra quando a maioria de Caen foi reduzida a escombros.

A Porte des champs (Porta para os campos) do Château de Caen.

O castelo possui duas portas: a porte sur la ville (porta para a cidade) e a porte des champs (porta para os campos); ambas são reforçadas por barbacãs. Está oficialmente classificado como Monumento Histórico da França desde 1886.

No topo do muro do Castelo Ducal, estão as bandeiras da França e Normandia.

A partir de Março de 2004, a cidade de Caen procedeu a obras de restauro das muralhas, com a ajuda financeira do Fundo para o Desenvolvimento Regional Europeu (consolidação, abertura de seteiras tapadas durante o século XIX). Foram removidos 6.000 m³ de terra, em ordem a dar uma melhor visibilidade à muralha noroeste do século XII. Esta operação revelou o porão de uma casa privada do século XV, um paiol de pólvora e duas paredes de uma ferraria do século XIV. Também foram encontrados traços dos estábulos. A base da torre de menagem foi limpa, ainda existindo pessoas a trabalhar nas escavações à sua volta.

Atualmente o castelo serve como um museu que acolhe:
O Musée des Beaux-Arts de Caen (Museu de Belas Artes de Caen)
O Musée de Normandie (Museu da Normandia) juntamente com muitas exposições periódicas sobre artes e história, na residência do castelo;
A Église Saint-Georges (Igreja de São Jorge);
O Échiquier de Normandie (Erário Público da Normandia), usado temporariamente como galeria de exposições, onde esteve situada a corte da Normandia;
Um jardim que mostra plantas cultivadas na Idade Média.

O topo das muralhas oferece uma esplêndida vista sobre Caen. Algumas partes dos muros das muralhas foram construídas durante o século XII, embora a maior parte date do século XV.

 

 

O castelo, usado durante a Segunda Guerra Mundial como aquartelamento, foi bombardeado em 1944 e seriamente danificado. Em 1946, Michel de Boüard, um arqueólogo de Caen, decidiu iniciar escavações na área do castelo para trazer à luz os traços medievais. O musée des Beaux-Arts (Museu de Belas Artes), ali instalado em 1967, abriu as portas em 1971.

O castelo foi construído cerca de 1060 por Guilherme o Conquistador, o qual conquistou a Inglaterra com sucesso em 1066. O seu filho, Henrique I de Inglaterra construiu no castelo a Igreja de São Jorge, uma torre de menagem (1123) e uma grande galeria para a corte ducal. No Natal de 1182, uma Real celebração de Natal, no palácio do Château de Caen, juntou Henrique II de Inglaterra e os seus filhos, Ricardo Coração de Leão e João Sem Terra, recebendo mais de mil cavaleiros.O Château de Caen, juntamente com toda a Normandia, foi integrado na Coroa Francesa em 1204. Filipe II reforçou as fortificações.

Uma das vistas do interior do Castelo Ducal.

Caen é bastante conhecida por suas construções erguidas durante o reinado de Guilherme o Conquistador (Guillaume le Conquérant), onde o mesmo esta enterrado, e também devido às batalhas da Segunda Guerra Mundial (tomada de Caen, desembarque da Normandia), as quais deixaram a cidade praticamente destruída.

Normandia quer dizer “Homens do Norte”. Este nome se refere ao conquistador Viking Rollo que no ano de 911fez um acordo com o imperador Carlos Magno para proteger Paris de ataques piratas. Em troca do “favor”, recebeu de presente esta parte da França para criar seu reino. No século XI, a região foi unificada sobre as armas de Guilherme, Duque da Normandia, que uniu todos os feudos sob o seu poder. Por casamentos e pela guerra, expandiu seus domínios e invadiu a Inglaterra. Seu reino cresceu grandemente, dominando desde as montanhas escocesas até os picos nevados dos Pirineus. Ele ficou conhecido com Guilherme I, o conquistador. A herança desta era de conquistas e prosperidade ainda pode ser vista através de vários castelos (chateaux) espalhados por suas planícies férteis desta parte da França. Muitas igrejas e catedrais também foram construídas nesta época e a arquitetura normanda se espalhou pela Europa.

 

Memorial da Segunda Guerra. O memorial de Caen é um museu dedicado principalmente à história da Segunda Guerra Mundial (mas também contém informações de guerras subsequentes, como a Guerra Fria), a ideia de sua construção veio de Maria Girault em 1969.O desembarque aliado, a destruição de Caen bombardeada em julho de 1944 e o sofrimento da população inspiraram esse museu, o qual aumentou em 2002, com a abertura de uma nova ala, dedicada principalmente à cultura da paz e à Guerra Fria. Os percursos no museu permitem cobrir os anos de 1918 até 1989, do Tratado de Versalhes à queda do muro de Berlin.

É muito interessante a capital da baixa Normandia ,  Caen. A principal atração da cidade é a Abbaye aux Hommes (Abadia dos Homens), um mosteiro construído por Guillermo o Conquistador. Por outra parte sua esposa ordenou a construção da Abbaye aux Dames (Abadia das Damas). São interessantes as ruínas da fortaleza, onde no interior das muralhas estão situados o Museu de belas Artes, o Museu de Normandie, onde se expõe a artesanato regional e a Capela de St-George. No Memorial, um museu ao norte da cidade, se expõe uma ampla documentação sobre os desembarques de Normandia em 1944.

Veja mais fotos de Caen:

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo