Você está aqui
Home > ESTADOS UNIDOS > Illinois > Chicago > Chicago – EUA

Chicago – EUA

Se me questionarem qual é a cidade dos Estados Unidos que gostaria de voltar a rever, vou logo respondendo que é Chicago. À beira do lago Michigan, com 37 km de costa urbanizada em forma de jardins e marinas, com destaque para o parque Grant, sede de museus e instituições culturais, Chicago é universalmente reconhecida como a capital da arquitetura. Ao contrário da maioria das cidades americanas, esta é uma cidade que tem movimento no centro, onde se vê gente caminhando pelas calçadas.

Chicago é um museu a céu aberto. Tem mais estátuas do que qualquer outra cidade dos EUA, exibindo nas ruas esculturas de Picasso, Chagall, Miró, Gaudí e Calder. É muito difícil encontrar alguma coisa feia em Chicago, tudo é harmonioso a música, arte, arquitetura do antigo com o moderno e muito mais.

chicagoP1190349

Dona de uma história eletrizante, a cidade, hoje com quase 3 milhões habitantes, foi devastada por um incêndio em 8 de outubro de 1871. Depois, a “Windy City” (cidade do vento), então repleta de imigrantes e dona de um traçado urbano tortuoso, renasceu como metrópole planejada, erguendo os primeiros arranha-céus.

John Hancock Center. Com 94 andares de altura, ele é o segundo maior prédio da cidade e um dos maiores do país. O observatório existente na cobertura é o ponto recomendado para quem quer ver a cidade de cima. Seus elevadores são os mais rápidos do mundo e em 39 segundo você chega lá em cima, de onde se pode ver 4 estados: Illinois, Indiana, Michigan e Wisconsin. O prédio também oferece diversas atrações interessantes, como fazer um tour virtual pela cidade, e participar de experiências interativas para conhecer os principais pontos de Chicago.

 

chicagoDSC06074
Navy Pier, um lugar fantástico para visitar com muitas atrações. Quando for ao Navy Pier não deixe de andar na roda gigante vale apena, tem-se uma visão deslumbrante lá de cima.

 

chicagoDSC06100
Navy Pier, é um dos locais mais animados de Chicago, originalmente um terminal de carga. Hoje em dia mais de 8 milhões de pessoas por ano vem aqui. O ponto central é a roda gigante de 15 andares de altura. Outras atrações do Navy Pier são o cinema em 3D Imax, o Skyline Stage, com shows diversos música, e o teatro Shakespeare construído a moda da antiga Inglaterra. Também há muitos restaurantes, e lojas vendendo souvenirs da cidade. Programa ideal para uma tarde de fim de semana.

 

chicagoP1190217
Navy Pier – O píer usado como centro de treinamento da Marinha durante a Segunda Guerra Mundial é hoje um agitado ponto turístico de Chicago, com restaurantes, lojas e eventos culturais. Daqui partem passeios de barco, ótima chance de ver a cidade de outra perspectiva.

Para quem aprecia roteiros culturais as opções da cidade são muitas, pois Chicago é muito bem servida de museus. Entre os mais renomados estão o Chicago Cultural Center, Museum of Broadcast Communications, Museum of Science & Industry, Adler Planetarium, DuSable Museum of African American History, Museum of Contempory Art, Field Museum of Natural History, Chicago Children´s Museum, Terra Museum e Spertus Museum of Judaica.
Field Museum of Natural History – O fóssil de um Tiranossauro Rex recebe os visitantes no museu. E a aventura pelo mundo selvagem continua na exibição de insetos gigantes e nas apresentações multimídias de diferentes habitats africanos (conheça os temidos leões de Tsavo). As múmias egípcias também são imperdíveis.

 

O Shedd aquário, é um dos quatro museus mais visitados de Chicago. Localizado às margens do Lago Michigan, próximo ao Planetário e o Museu de História Natural. O aquário abriga aproximadamente 25 mil peixes e mais de 1.500 espécies aquáticas. No Shedd, é possível conhecer os segredos do fundo do mar, ver baleias, tubarões, pinguins, raias, leões marinhos, enfim o museu é na verdade um completo zoológico aquático. É recomendável pelo menos um tarde inteira para conhecer todo o museu. Uma das atividade mais famosas do Aquário é o Fantasea. Um show com apresentações de focas, golfinhos, e pinguins.
O Shedd aquário, é um dos quatro museus mais visitados de Chicago. Localizado às margens do Lago Michigan, próximo ao Planetário e o Museu de História Natural. O aquário abriga aproximadamente 25 mil peixes e mais de 1.500 espécies aquáticas. No Shedd, é possível conhecer os segredos do fundo do mar, ver baleias, tubarões, pinguins, raias, leões marinhos, enfim o museu é na verdade um completo zoológico aquático. É recomendável pelo menos um tarde inteira para conhecer todo o museu. Uma das atividade mais famosas do Aquário é o Fantasea. Um show com apresentações de focas, golfinhos, e pinguins.

 

 

chicagoDSC06186
Chicago não é uma cidade barata para se hospedar, mas tem muitas opções. É difícil achar um hotel por menos de 100 dólares. Quem viajar sozinho terá de encontrar promoções ou ficar no alberque da juventude. Há muitos turistas dos EUA que visitam a cidade, além de congressos e eventos que podem dificultar na hora de achar um bom hotel.

Hoje em dia, Chicago é a terceira cidade mais povoada dos Estados Unidos. Um lugar dinâmico e cosmopolita onde convivem milhões de pessoas de diferentes etnias e idiomas. Além do idioma oficial, o inglês, são faladas mais de cem línguas. Chicago é um lugar visitado anualmente por quarenta e cinco milhões de pessoas por ser um centro internacional de negócios, sede mundial de eventos culturais, esportivos e congressos profissionais; conta com centenas de restaurantes e bares, dezenas de shoppings e muitas atrações naturais, assim como construídas pelo homem. É uma das poucas cidades do planeta que contam com dois grandes aeroportos, o que facilita seu fácil acesso desde qualquer parte do mundo.

A parte mais central da cidade fica em torno do que é conhecido como The Loop, onde estão as melhores atrações turísticas. Sua principal rua é a Michigan Avenue, onde está o melhor do comércio e as grande lojas de departamento.

 

O centro de Chicago é conhecido como The Loop. Uma moderna área no coração da cidade que compreende as zonas comerciais e financeiras mais importantes de Chicago. The Loop é delimitada pelas vias elevadas do trem. Essas vias abrangem a Rua Lake, no norte, até a Rua Van Buren, no sul, a Rua Wells, a oeste e na Rua Wabash, ao leste, criando uma espécie de circuito com dezenas de ruas.
O centro de Chicago é conhecido como The Loop. Uma moderna área no coração da cidade que compreende as zonas comerciais e financeiras mais importantes de Chicago. The Loop é delimitada pelas vias elevadas do trem. Essas vias abrangem a Rua Lake, no norte, até a Rua Van Buren, no sul, a Rua Wells, a oeste e na Rua Wabash, ao leste, criando uma espécie de circuito com dezenas de ruas.

Dentro desse circuito se encontra a arquitetura mais bela de toda a cidade, ao contrário da maioria dos “downtowns” (centros da cidade) de todas as outras cidades americanas; The Loop conta com majestosos arranha-céus, alguns deles entre os mais altos do mundo, como Sears Tower e John Hancock Center. Localizado a três ruas do Lago Michigan, The Loop é um lugar especial digno de ser explorado por sua extensa variedade de luxuosos restaurantes, bares, galerias de arte, exclusivas lojas, famosas esculturas como uma enorme, feita por Picasso, e a área conhecida como a área de teatros, onde está o famoso Chicago Theatre.

 

Quando estivemos em Chicago lá encontramos essa estátua da atriz com 8 metros de altura e quinze toneladas, a irreverente escultura Forever Marilyn se destaca em meio a altíssimos arranha-céus da Michigan Avenue, a principal via de Chicago. Inaugurada em julho de 2011 para homenagear a atriz Marilyn Monroe, a estátua de Seward Jonhson reproduz a famosa cena do filme O pecado mora ao lado, em que o vento que sopra da grade do metrô levanta o vestido da diva. A atração ficou exposta até o primeiro semestre de 2012.
Quando estivemos em Chicago lá encontramos essa estátua da atriz com 8 metros de altura e quinze toneladas, a irreverente escultura Forever Marilyn se destaca em meio a altíssimos arranha-céus da Michigan Avenue, a principal via de Chicago. Inaugurada em julho de 2011 para homenagear a atriz Marilyn Monroe, a estátua de Seward Jonhson reproduz a famosa cena do filme O pecado mora ao lado, em que o vento que sopra da grade do metrô levanta o vestido da diva. A atração ficou exposta até o primeiro semestre de 2012.

Não temos dúvidas que logo após a sua morte, Marilyn Monroe se converteu em um mito. Um personagem que representa a sensualidade e beleza de uma autêntica diva de Hollywood. Um ícone que agora conta com uma super estátua na cidade de Chicago a título de homenagem. A estátua foi batizada com o nome de “Forever Marilyn”, possui 8 metros de altura e pesa 15.400 quilos. Os materiais utilizados para sua construção foram o alumínio e aço inoxidável. A obra está sendo exibida na Pioneer Court da Michigan Avenue. Segundo fontes extra-oficiais, o êxito da iniciativa faria com que no início da primavera de 2012 a escultura começasse a percorrer os Estados Unidos, colocando-se em lugares estratégicos de diferentes cidades do país.

 

Essas esculturas de Magda Abakanovich localizam-se no Grant Park que é um grande parque público que ocupa grande parte da área do Loop e abriga algumas das maiores atrações turísticas da região. Possui uma área de 1,29 km² e abriga o Millennium Park, o Museu Field de História Natural e o Art Institute of Chicago. Em 4 de novembro de 2008, o parque recebeu Barack Obama para seu discurso da vitória.
Essas esculturas de Magda Abakanovich localizam-se no Grant Park que é um grande parque público que ocupa grande parte da área do Loop e abriga algumas das maiores atrações turísticas da região. Possui uma área de 1,29 km² e abriga o Millennium Park, o Museu Field de História Natural e o Art Institute of Chicago. Em 4 de novembro de 2008, o parque recebeu Barack Obama para seu discurso da vitória.

A cidade de Chicago localiza-se no noroeste dos Estados Unidos, no Estado de Illinois, numa região conhecida como “Grandes Lagos”, ao sul das margens do Lago Michigan. Apesar do clima extremo durante o inverno, Chicago possui uma moderna infraestrutura que lhe permitirá visitá-la em qualquer época do ano oferecendo atividades para toda sua família.

 

Chicago Riverwalk é um lugar excelente para desfrutar Chicago, sua história e sua arquitetura magnífica. A características por aqui são passeios públicos e áreas de estar ao longo da borda da água, onde os visitantes podem desfrutar de vistas incríveis do canyon do Loop e arranha-céus, enquanto vê os barcos passarem. O Riverwalk também possui atrações como cafés, passeios de barco, táxis aquáticos, aluguel de bicicletas e passeios, e artesanato feito por artesãos locais. O Riverwalk Chicago fica ao longo da margem sul do rio Chicago, a partir de Lake Shore Drive para Franklin Street.
Chicago Riverwalk é um lugar excelente para desfrutar Chicago, sua história e sua arquitetura magnífica. A características por aqui são passeios públicos e áreas de estar ao longo da borda da água, onde os visitantes podem desfrutar de vistas incríveis do canyon do Loop e arranha-céus, enquanto vê os barcos passarem. O Riverwalk também possui atrações como cafés, passeios de barco, táxis aquáticos, aluguel de bicicletas e passeios, e artesanato feito por artesãos locais. O Riverwalk Chicago fica ao longo da margem sul do rio Chicago, a partir de Lake Shore Drive para Franklin Street.

 

O Teatro Chicago, originalmente conhecido como o Balaban e Chicago Theatre Katz, é um marco do teatro localizado em North State Street no loop área de Chicago , Construído em 1921, o Theatre de Chicago apresenta peças de teatro , shows de mágica , comédia , discursos , música popular e concertos . É propriedade do Madison Square Garden, Inc.
O Teatro Chicago, originalmente conhecido como o Balaban e Chicago Theatre Katz, é um marco do teatro localizado em North State Street no loop área de Chicago , Construído em 1921, o Theatre de Chicago apresenta peças de teatro , shows de mágica , comédia , discursos , música popular e concertos . É propriedade do Madison Square Garden, Inc.

O edifício do teatro de Chicago foi adicionado ao Registro Nacional de Locais Históricos em 06 de junho de 1979, e foi listado como um Landmark Chicago em 28 de janeiro de 1983. O icônico Chicago Theatre é uma marca da cidade ” um emblema oficial”, aparece em filmes , televisão , etc.

Há duas divisões bem marcadas na cidade: o sul e o norte, divididos pelo Rio Chicago. A parte sul é ao centro da cidade. É onde fica a maior parte financeira e comercial. No norte, é a parte chique e para compras, muito bonita e moderna, especialmente em épocas festivas. Além disso, há dois outros lados populares aos turistas: o bonito Navy Pier e, mais ao sul, a parte dos Museus Field, Shedd Aquarium e Planetário, visita obrigatória para turistas.

Ao lado do tradicional Instituto de Arte de Chicago, o Millennium Park é prova da sua renovação permanente: abriga imensa escultura de aço do indiano-britânico Anish Kapoor, o teatro metálico aberto em ondas para o parque e o pavilhão Jay Pritzker, criação do arquiteto canadense Frank Gehry.

Aberto em 2004, o Millennium Park tem, entre seus destaques, a Crowne Fountain, do barcelonês Jaume Plensa . Millennium Park – É a mais recente atração de Chicago. O parque tem um pavilhão de música com design do badalado Frank Gehry, esculturas modernas e muitos espaços para lazer
Aberto em 2004, o Millennium Park tem, entre seus destaques, a Crowne Fountain, do barcelonês Jaume Plensa . Millennium Park – É a mais recente atração de Chicago. O parque tem um pavilhão de música com design do badalado Frank Gehry, esculturas modernas e muitos espaços para lazer

 

chicagoP1190620
Tanto em obras ultra contemporâneas, caso do Millennium Park, implantado em 2004 para incrementar o lazer numa esquina do parque Grant, quanto em prédios criados por renomados arquitetos do início do século 20, Chicago foi chamada pelo escritor Norman Mailer de “a última metrópole verdadeiramente americana.” Hoje, a cidade mantém o seu status como um importante polo para a indústria das telecomunicações e infraestrutura, com o Aeroporto Internacional O’Hare, sendo o segundo mais movimentado aeroporto, em termos de movimentos de tráfego, em todo o mundo.

Deixe uma resposta

Topo