Você está aqui
Home > REINO UNIDO > Escócia > Edimburgo > Edimburgo a capital da Escócia

Edimburgo a capital da Escócia

Turística, mas adorável na mesma medida, Edimburgo é uma excelente introdução à Escócia. A bela cidade de Edimburgo tem uma impressionante beleza medieval, e um grande número de atrações de peso. Essa cidade com seu casario cinza envolto por fantásticos rochedos e alamedas arborizadas faz com que se torne mais atrativa a bela e calma capital da Escócia que se transforma completamente por algumas semanas no fim do verão, quando sedia um dos maiores e mais ecléticos eventos culturais do planeta, o Festival de Edimburgo.

Capital da Escócia desde 1437, Edimburgo acumula muita história, e as tradições escocesas misturadas às lendas locais dão à cidade ares diferenciados. Detentora do bastão da identidade escocesa, Edimburgo também oferece muita história em seu imponente castelo e em seus museus, palácios e galerias de nível internacional.

edimburgo_13
A capital escocesa é sede do parlamento escocês desde 1999. Os acessos via trem e avião são fáceis e a cidade é um trampolim para conhecer outras atrações no entorno.

Constatamos que a  charmosa e encantadora capital escocesa tem atrações para todo tipo de viajante: quem curte luxo, quem viaja de mochila, quem gosta de bater perna, quem adora umas comprinhas, os aficionados por museus e os apaixonados por paisagens.

The Scott Monument

edimburgo_77
Aqui está o Scott Monument que é um dos monumentos mais importantes da cidade. Fica na Princes Street e atrai a nossa atenção de qualquer ponto de Edimburgo. De onde quer que estivermos em Edimburgo, seja do Calton Hill, do Castelo de Edimburgo ou do Arthur’s Seat, certamente vamos conseguir ver e fotografar o Scott Monument que é uma homenagem a Sir Walter Scott que foi um escocês que se destacou como escritor, um dos mais populares da Escócia. Suas obras mais importantes foram Waverley e Rob Roy.

O monumento de Scott em estilo Vitoriano gótico foi construído em homenagem ao famoso escritor Sir Walter Scott entre 1840 e 1844, oito anos após a sua morte. O monumento está marcado por uma triste história. Durante a sua construção, o arquiteto que o desenhou, George Kemp morreu afogado ao cair em um canal (Union Canal) em um dia de neblina. Seu filho colocou a última pedra durante a inauguração do monumento. A torre tem 61.1 metros de altura e é possível subir até o topo para desfrutar de uma vista panorâmica da cidade. A escada em espiral é bem estreita e sem janelas o que torna a subida um pouco desagradável. Além disso, muitas vezes para subir é necessário esperar que outras pessoas desçam. 287 degraus levam até o topo. A estátua do escritor feita em mármore Carrara tem duas vezes o tamanho natural do escritor.

 

edimburgo_78
Gaiteiro escocês tocando música com gaita de fole em Edimburgo.Todo mundo sabe que o kilt é um traje típico escocês e que todos os escoceses usam. Obviamente eles não usam kilt no dia a dia, mas claro que em Edimburgo é muito fácil encontrar alguém vestindo kilt e tocando gaita de fole em diversos cantos da cidade.

Curiosidade: o tartan é um padrão quadriculado de estampas, composto de linhas diferentes e cores variadas. A título de exemplo, podemos mencionar o uso frequente desta estampa em kilts, indumentária típica escocesa. Em Edimburgo a pedida é ir conhecer o Tartan Weaving Mill, com exposição da arte Tartan e maquinário real de tecelagem; e o Scotch Whisky Experience, uma experiência de conhecimento da história, processos de produção e degustação dos legítimos uísques escoceses. Ambos ficam ali coladinhos com  saída do Castelo.

 

edimburgo_10a
A capital da Escócia, Edimburgo (Edinburgh, em inglês e Dun Eideann, em gaélico) localiza-se às margens do Firth of Forth, um braço do Mar do Norte que adentra as terras baixas escocesas. Seu centro histórico ainda guarda muitos aspectos da época medieval.

 

The Royal Mile

A Milha Real (Royal Mile), a rua principal de Old Town, é assim chamada pois em um extremo se encontra o castelo de Edimburgo e no outro, o Palácio de Holyroodhouse. A distância entre eles é de uma milha (1,6km). A Royal Mile é o coração da cidade antiga. Ao caminhar por ela o visitante se sente imerso pela história da cidade. Pubs, lojas especializadas em whisky, cashmere e claro, lojas de souvenir estão por todos os lados. Com grande variedade de atrações turísticas de ponta a ponta, passear por ela é imperdível. Ao entrar na Royal Mile o visitante se impressiona ao ver no horizonte o mar e o Fife na costa norte.

edimburgo_153

Old Town
Old Town é onde Edimburgo começou. Em 1995, ela foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO por sua importância histórica e pelo impressionante estado de preservação dos seus edifícios, ruas e vielas. Visitar a Old Town é como passear por Edimburgo durante a época medieval. Até a construção da New Town no final do século XVIII, os pobres e ricos dividiam os edifícios e as ruas da Old Town. A população cresceu tanto e tão rápido que forçou o crescimento vertical das construções. Imaginem que alguns edifícios da rua principal chamada Milha Real (Royal Mile) chegaram a ter até 16 andares! Algumas das atrações da Royal Mile retratam de uma forma muito interessante e real a vida dos seus moradores naquela época.

New Town
A New Town é a parte “nova” do centro de Edimburgo. Construída entre 1765 e 1850, foi cuidosamente projetada e planejada para receber os ilustres e ricos moradores de Edimburgo que já estavam cansados de compartilhar as ruas de Old Town com os menos afortunados. A construção de New Town trouxe de volta glamour e prestígio à cidade. Com sua arquitetura neoclássica, os edifícios impressionam não somente pela sua beleza mas também por seu estado de conservação. Declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO, a maioria de seus edifícios está protegida e somente pode ser restaurada segundo as instruções e leis do município.

edimburgo_18
A Royal Mile é a rua mais famosa da cidade, e começa no Castelo de Edimburgo. Para quem está de apenas de passagem, a Royal Mile é o lugar mais recomendado para conhecer, pois é o coração da cidade e passeando por ali você se dá conta de que está mesmo em Edimburgo. Algumas das atrações da Royal Mile incluem o Scotch Whisky Experience, Writer’s Museum e a Thistle Chapel.

Palácio de Holyrood

edimburgo_55
Construído originalmente pelo rei Davi I da Escócia para ser um monastério, Holyrood tem sido usado como um palácio e residência oficial dos reis e rainhas da Escócia desde o século XV. Hoje em dia ele é ocupado pela rainha Elizabete II como residência de verão durante uma semana todos os anos.

edimburgo_52
Se você decidir visitar esta que é sem dúvidas uma das maiores atrações de Edimburgo, poderá ver os aposentos reais e também a Galeria da Rainha (Queens Gallery) que tem diversos trabalhos de arte da coleção real à mostra. A entrada custa 10 libras e inclui um guia de áudio grátis.

Mais fotos do Palácio de Holyrood:

edimburgo_17
Pra quem tem fôlego extra, Edimburgo tem dois pontos “estratégicos” que possibilitam vistas espetaculares: Calton Hill e Arthur’s Seat. Caso você tenha vários dias na cidade, vale a pena visitar ambos – são pontos de vista diferentes e é impossível decidir qual o mais bonito.

 

edimburgo_120
O xadrez é dos maiores símbolos nacionais da Escócia, onde o padrão é conhecido como tartan. A tradição começou nas Highlands, onde o tartan se tornou um elemento de identidade tão importante que chegou a ser proibido pelo governo britânico em meados do século XVIII, ao sair vitorioso da Batalha de Culloden sobre os rebeldes jacobitas escoceses. Não demorou muito para o tartan voltar com tudo e ser adotado mais amplamente na Escócia, com milhares de desenhos distintos registrados, representando principalmente clãs ou famílias escocesas.

 

edimburgo_189
Edimburgo tem um passado obscuro que não deve ser mais assustador do que o de qualquer outra cidade igualmente antiga, mas a capital da Escócia soube tirar vantagem dele. No (espetacular) Museu Nacional da Escócia (Chambers St.), a exibição sobre a história do país não esconde seus capítulos mais cruéis. Estão ali uma guilhotina de 4 metros que trabalhou por quase 150 anos entre os séculos XVI e XVIII, instrumentos de tortura usados contra mulheres acusadas de bruxaria, e o molde do túmulo da rainha Mary, executada com um golpe de machado em 1587.
edimburgo_222
O clima de Edimburgo é uma das coisas mais malucas que existe. è muito comum ter quatro estações do ano em um dia. Isso significa bastante frio o ano todo e mais frio ainda no inverno escocês. E venta muito. Vento forte desses de rachar guarda chuva no meio e de levar seu chapéu longe.Olha meu marido estudando que boné ia comprar pelo frio que fazia (rsrsrs). Portanto é indispensável um bom casaco, bota impermeável , capa de chuva também ajuda por que chove todos os dias, nem se que seja uma garoa rápida.

 

edimburgo_26
Atualmente, com cerca de 454 mil habitantes, Edimburgo é a sede do Parlamento Escocês, além de centro financeiro, cultural e turístico da Escócia. Escavações arqueológicas indicam que os primeiros assentamentos da região datam de cerca de 7000 aC e a colina do Castelo de Edimburgo tem sido ocupada desde 1000 aC.

Royal Yacht Britannia

edimburgo_163
Fomos visitar o Royal Yacht Britannia, uma das embarcações mais famosas do mundo. Este navio tem um milhão de milhas navegadas levando a família real britânica em mais de 900 viagens oficiais e em férias ao redor do planeta. Durante o passeio, é possível visitar o quarto que era usado pela rainha e pela princesa Diana e o príncipe Charles durante a sua lua de mel a bordo do navio. O Royal Yacht Britannia fica na área portuária de Edimburgo e a entrada do passeio custa 10 libras e dá direito a um guia de áudio em diversas línguas (incluíndo português).

Mais fotos do The Royal Yacht Britannia:

Castelo de Edimburgo

O castelo de Edimburgo não é apenas a atração mais famosa de Edimburgo, mas também de toda Escócia. O imponente castelo, que domina a paisagem da cidade, merece uma visita detalhada, de no mínimo duas horas. Afinal, são muitas atrações lá dentro, como o Palácio Real e o Scottish National Memorial. E caso você visite o castelo de segunda a sábado, procure o One O’clock Gun, um canhão que fica no Mills Mount Battery e é acionado a uma da tarde – proteja os ouvidos!

edimburgo_203
O Castelo de Edimburgo é a atração mais famosa da cidade, e também a mais prominente. Isto porque, devido à sua posição privilegiada no topo de uma montanha, é impossível perdê-lo de vista durante a sua estadia na cidade. O castelo ocupa uma área imensa e oferece vistas impressionantes de toda a capital e do Mar do Norte, e no complexo existem diversas outras atrações como o Museu Nacional da Guerra e também as jóias da Coroa Escocesa, que são lindas e muito bem guardadas (nada de tocar ou chegar muito perto do vidro)! Reserve algumas boas horas para ver tudo o que há no castelo, pois dá facilmente para se gastar pelo menos metade de um dia lá. O custo da entrada é (14 libras) e vale muito a pena!

Fotos do Castelo de Edimburgo:

National Museum of Scotland

edimburgo_224
O National Scotland Museum fica bem no centrinho da cidade, encostado da Universidade de Edimburgo e da Famosa Royal Mile e assim como grande parte dos museus do Reino Unido, É GRÁTIS! Ou seja, dá para dar uma passada sem compromisso, e ver se você gosta ou não sem desembolsar um centavo e nem perder um segundo do seu tempo. O National Scotland Museum tem um acervo gigante e hiper diverso, tem pedras preciosas impressionantes, animais diversos empalhados, carros de Formula I, fosseis completos de Dinossauro. O lugar é um mundo e sua curiosidade é o limite.

Fotos do National Museum of Scotland:

Parlamento Escocês – The Scottish Parliament

edimburgo_66
O parlamento escocês está localizado em frente ao Palácio de Holyroodhouse. Um edifício moderno desenhado pelo arquiteto catalão Enric Miralles. É considerado um dos edifícios mais polêmicos da cidade. Em Edimburgo os designs modernos não são muito apreciados, além disso a obra custou muito mais do que inicialmente orçado. O parlamento está aberto para visitas. Os tours são grátis, duram 1 hora e geralmente incluem uma visita à Câmara de Debates (Debating Chamber). É possível participar de sessões do parlamento. A reserva antecipada é recomendada, principalmente para a Hora de Perguntas para o Primeiro Ministro às 5as. Feiras.

 

edimburgo_94

Como chegar a Edimburgo

Partindo de Londres, o voo até Edimburgo (clique aqui) dura uma hora. O aeroporto, a 6 quilômetros do Centro, é conectado à cidade por ônibus (£3.50) e táxis (£15.50). Outra forma de se chegar na cidade, via Londres, é pelo trem da East Coast Rail. A jornada leva entre 4 e 5 horas.

edimburgo_179
Embora Edimburgo seja muito menor do que outras capitais da Europa e não tenha a mesma estrutura para compras existente em Paris ou Londres, a capital escocesa tem um bom comércio. Por lá estão tanto lojas simples do comércio local como grandes redes de departamentos ou algumas das grifes mais cobiçadas do mundo. Se seu negócio é fazer compras, não perca uma caminhada pelas ruas de New Town, considerada a parte nova da cidade. A Princes Street, principal rua de compras de Edimburgo, concentra grandes lojas, entre elas a Jenners (House of Praser) e a Primark. Ruas próximas da Princes Street, como a George Street, têm também ótimas lojas e, se você caminhar até a Multrees Walk, verá lojas de grifes famosas como Michael Kors e Louis Vuitton.

O Princes Mall é um centro comercial localizado no coração de Edimburgo, próximo da Princes Street e da estação Waverley. O lugar não é muito grande, mas oferece algumas opções de compras e praça de alimentação com restaurantes como Starbucks, Mc Donald’s e FKC.

 

Museum of Childhood, Museu da Infância

edimburgo_142
O museu da infância de Edimburgo transportará as crianças a um mundo encantado de brinquedos, bonecas, ursos de pelúcia, trens elétricos, quebra-cabeças e uma série de outros objetos lúdicos vindos dos quatro cantos do mundo. Esse museu já foi qualificado como o museu mais barulhento do planeta e, quando abriu as suas portas em 1955, era o primeiro museu do mundo a estar especializado na história da infância.

 

Curiosidade: Os visitantes normalmente se assustam com o barulho do disparo de um dos seus canhões que acontece diariamente às 13 h  (exceto aos domingos). Esta tradição começou no ano 1861.

 

edimburgo_161
O ar puro e os campos verdes da capital escocesa atraem cada vez mais turistas de todo o mundo, que buscam descobrir o país, famoso pelo seu whisky e belas paisagens naturais. É verdade que chove muito por lá, e a chuva até combina com a cidade, mas, em dias ensolarados, não há lugar mais belo que Edimburgo!

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo