Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > Itália > Fano > Fano comuna da região de Le Marche

Fano comuna da região de Le Marche

Fano é o terceiro município da região Marche em número de habitantes (mais de 63 mil), atrás somente de Ancona e Pesaro. Graciosa, seu pequeno centro histórico concentra praticamente todas as atrações turísticas. Tudo facilmente percorrido a pé. São bem visíveis as origens romanas da cidade. Bem na praça central, denominada de XX Settembre encontramos uma  fonte de 1500 e sua estátua da deusa da fortuna. A cidade deve seu nome justamente à deusa. No passado, o seu templo era chamado de Fanum Fortunae. Na mesma praça, encontram-se ainda o Palácio da região, prédio de 1299 e o teatro da Fortuna, de 1665. É preciso dizer ainda que Fano é uma localidade balneária muito frequentada no Adriático, famosa também pelo Carnaval (historicamente, o mais antigo da Itália).

fano19
Há seis capelas laterais, três de cada lado, na Santa Maria Assunta . No corredor à direita, encontra-se a primeira capela dedicada a São Paulo e onde está os túmulos dos bispos diocesanos. A torre sineira foi construída no lado esquerdo em vez do sino da torre cilíndrica original.

No centro da cidade de Fano ao longo da Via Arco de Augusto encontramos a igreja de Santa Maria Assunta (também chamado de Santa Maria Maggiore)  que é a bela Catedral   construída no século XII de estilo românico no  interior tem três naves divididas por pilares e de grande valor histórico e artístico é o púlpito. A atual catedral de Fano  foi construída no século XII em estilo românico, em vez de uma igreja anterior destruída pelo fogo em 1124, sendo que a principal igreja de Fano, foi chamado de Santa Maria Maior. A destruição desta igreja original é sancionada por uma placa colocada no interior da igreja. A nova estrutura tem três corredores que terminam em três absides, a cripta sob a capela-mor. Durante o século XVI as duas absides laterais foram transformadas em capelas, enquanto a abside central foi ampliada no mesmo período foi destruída para a cripta e presbitério. As capelas laterais da nave, construído um total de oito no século XIV, foram reduzidas a seis no século XX, a abertura de duas entradas laterais. A torre sineira é um trabalho recente, já que a primeira foi abatido pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial.

fano34
Ao norte da Piazza XX Settembre está o Palácio Del Podestá ou Palazzo della Ragione, construído em 1299, o edifício tem um pórtico de pedra de cinco arcadas. Hoje ali funciona o Teatro Fortune.

Após vários séculos de dominação dos lombardos, dos francos de Carlos Magno e os bispos, Fano em 1114 se tornou uma cidade livre, apenas sendo submetida, alguns séculos mais tarde, por Malatesta e depois pelas tropas papais.

fano01a
Símbolo arquitetônico e histórico de Fano é o Arco de Augusto, bem conservado e milagrosamente não atingido pelo bombardeio que a cidade sofreu durante a II Guerra Mundial. O Arco foi construído em 9 d.C. no ponto em que via Flaminia entra na cidade tornando-se o meio de ligação principal.

O Arco de Augusto. é um símbolo da cidade de Fano, na época romana era a principal porta de entrada para o Colonia Julia Fanestris é chamado pelo imperador Augusto em torno do Fanum Fortuna e republicano (templo dedicado à Deusa da Fortuna). Foi construído no ponto onde a Via Flaminia se junta a decumano máxima da cidade, o monumento é datado de 9 AD segundo a inscrição gravada em letras grandes esculpidas em pedra que diz

“IMP. CESAR DIVI F. CESAR F. Divi AVGVSTVS PONTIFEX MAXIMVX COS. MAXIMVX AVGVSTVS Pontifex COS. XIII TRIBVNICIA POTESTATE XXXII IMP. XIII TRIBVNICIA XXXII Poderes IMP. XXVI PATER PATRIAE MVRVM DEDIT » XXVI pater patriae MVRVM deditio ”

Ou “O imperador César Augusto, filho do divino Júlio César, Pontifex Maximus, Consul XIII vezes Tribune vezes XXXII, Imperador vezes XXVI, Pai da Nação construiu as paredes ”

fano05

Cidade de 63 mil habitantes da província de Pesaro-Urbino, Fano é a terceira maior cidade em população de Marche, depois de Ancona e Pesaro . Desde sempre ligada a Roma através da via Flaminia, Fano foi fundada pelos Umbros e conhecida pelos romanos com o nome de Fanum Fortunae, pela presença de um templo dedicado à deusa Fortuna (207 a.C.), construído em comemoração à batalha de Metauro da qual o cartaginês Asdrubale, irmão de
Annibale, perdeu a vida e foi derrotado pelos romanos.

fano10

De origens antigas da Úmbria, Fano tornou-se uma possessão romana nos séculos posteriores, quando a cidade foi também conhecida como Fanum Fortunae, um nome derivado provavelmente do antigo Templo de Fortuna.

fano08

Foi sob o Império Romano que a cidade experimentou um notável desenvolvimento, provavelmente devido à sua posição estratégica que a ligou  com  o vale do Tibre com Gália.

fano38
A construção da via Flaminia (220 a.C.) trouxe riqueza e esplendor à cidade de Fano que obteve o seu clímax no período augusteo que, de fato deixou várias marcas na cidade.

fano07

fano01c

Além do centro antigo, a primeira coisa a fazer em Fano é visitar a Piazza XX Settembre, no coração da cidade, com vista para o Palazzo del Podesta o Palácio da região, parcialmente destruído durante a Segunda Guerra Mundial, e em cujo centro vamos encontrar a bela fonte da fortuna do século XVI. Da fase romana restam em Fano, notáveis extensões da muralha desejada por Augusto como meio de defesa da cidade.

fano29
Um dos monumentos mais importantes é o Arco de Augusto, que funciona como porta de acesso à cidade pela via Flamínia. O arco encontra-se ao lado da igreja renascentista de São Michele e suas galerias..

Fano, na Idade Média passou por várias vicissitudes políticas, e no século 14 tornou-se sujeito à Malatesta. Em 1458 Pio II acrescentou que para os estados da Igreja. Julius II estabeleceu aqui em 1514 a primeira prensa móvel com o tipo árabe.

O litoral de Fano existem extensas praias e baías de norte a sul da cidade como a praia de Fosso Sejore, a Metaurilia, a Torrete e a Marotta, um ambiente cheio de turistas

fano15
Porta Maggiore de Fano, foi feita em 1227 e, ao lado está o bastião do Nuti (assim chamado pelo nome do arquiteto). Antes usado para defesas militares hoje são os jardins públicos da cidade.

fano22

A Fortaleza Malatesta, fica localizada na parte nordeste das muralhas da cidade antiga e construída sobre as ruínas de um edifício romano por ordem de Sigismundo Malatesta. Embora o edifício tenha sido reformado várias vezes nos séculos posteriores, manteve o seu layout original.

fano42A cidade de Fano nos tempos romanos era conhecida como Fanum Fortuna e um nome que remete para ao “Templo da Fortuna”, provavelmente construído na época da batalha Metauro da segunda guerra Púnica, entre Roma e Cartago que lutaram, em 207 AC, perto do rio Metauro em Marche. Desde aquela época era uma popular estância balneária e por sua localização também tem um importante porto que foi reconstruído em 1616 pelo Papa Paulo V e mais tarde no século XIX foi expandido e tem três diferentes áreas operacionais dedicado às atividades de pesca, construção naval e prazer  com uma superfície de água igual a 22.000 metros quadrados e docas com comprimento total de 550 metros.

Veja mais fotos de Fano:

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo