Você está aqui
Home > REINO UNIDO > Escócia > Glasgow a maior cidade da Escócia

Glasgow a maior cidade da Escócia

Glasgow é a maior cidade da Escócia, e a terceira mais populosa do Reino Unido, depois da capital Londres e de Birmingham, e a mais populosa cidade britânica fora da Inglaterra. Sua riqueza cultural e arquitetônica já rendeu à cidade o título de capital europeia da cultura. O melhor de Glasgow, está nas artes, nos museus e nos edifícios históricos. Glasgow, em gaélico, significa “o querido lugar verde” . O passeio pelas ruas seculares mostra uma região cada vez mais dinâmica, repleta de fachadas vitorianas, neoclássicas e traços dos estilos industrial e moderno. Também não faltam esculturas e construções projetadas por grandes arquitetos.

glasgow_23
O centro da cidade, marcado pela George Square, a principal praça e palco de celebrações e manifestações, concentra o comércio e serviços com lojas de rede e shoppings. Também marca a divisão entre o oeste, onde fica a Universidade de Glasgow e seus arredores – o boêmio West End – com vários cafés, bares e um comércio local, e o leste – o East End -, com sua herança mais industrial.

Essa cidade vencedora dos títulos de Cidade Europeia da Cultura e Cidade Europeia da Arquitetura & Design tem museus e galerias de arte  entre os mais famosos do mundo. Glasgow foi nomeada pela UNESCO como a Cidade da Música. A cidade é dinâmica e cosmopolita, o destino de compras favorito dos escoceses.

Glasgow Science Centre

glasgow_183
Um passeio descontraído é caminhar ou pedalar pela beira do Rio Clyde, que banha a cidade e foi o local de desenvolvimento da indústria naval que caracterizou Glasgow em boa parte do século XX. A área das docas foi transformada com a construção de várias empresas e centros culturais, como as sedes escocesas da BBC e da STV (a ITV escocesa), o Glasgow Science Centre (Centro de Ciência de Glasgow) e o Museum of Transport (Museu do Transporte).

Cercanias do Museu de Ciência:

As águas do Clyde são referência em Glasgow. Às margens do rio, conheça a famosa ponte Clyde Arc, cartão-postal da cidade. O moderno Clyde Auditorium, importante centro de eventos, também chama a atenção pelo design ousado e rende fotos incríveis.Naquela região você também encontra diversos restaurantes, cafés e bares, além de áreas de lazer e espaços culturais. Entre os destaques estão o Kelvingrove Park, o Centro de Ciências e o Museu Riverside.
As águas do Clyde são referência em Glasgow. Às margens do rio, conheça a famosa ponte Clyde Arc, cartão-postal da cidade. O moderno Clyde Auditorium, importante centro de eventos, também chama a atenção pelo design ousado e rende fotos incríveis.Naquela região você também encontra diversos restaurantes, cafés e bares, além de áreas de lazer e espaços culturais. Entre os destaques estão o Kelvingrove Park, o Centro de Ciências e o Museu Riverside.

 

glasgow_14
Glasgow é a única cidade da Escócia que possui metrô, o terceiro mais antigo do mundo. Se o transporte público for a sua escolha, fique de olho na tabela de jogos de futebol, principalmente se for dia de clássico entre o Celtic e o Rangers, os dois maiores rivais. Os torcedores lotam os trens e os pequenos vagões do metrô para chegarem aos estádios.

Repleta de museus, endereços históricos e áreas de lazer, Glasgow atrai não só aos apaixonados por cultura, arquitetura e belas paisagens, como também a quem gosta de vida noturna agitada e opções para curtir boa música.

glasgow_184
O centro de Glasgow é conhecido por ser pequeno e cercado por fachadas modernas e de estilo vitoriano, além de esculturas, bares, restaurantes e lojas. Conheça a George Square, repleta de monumentos históricos. As populares ruas Sauchiehall e Argyle, somadas à rua Buchanan, conhecida pelo perfil sofisticado, formam uma ampla área comercial com calçadões, facilmente acessíveis de ônibus e metrô. Em vias próximas também há locais que homenageiam o famoso arquiteto escocês Charles Rennie Mackintosh, como o Museu e Galeria de Arte de Kelvingrove.

Kelvingrove Art Gallery and Museum

glasgow_112
O espaçoso e belo edifício junto a um parque verdejante abriga  uma coleção tão eclética como fascinante. Contendo objetos tão díspares entre si como armaduras medievais, objetos do Egito Antigo, mostras de história natural e pinturas clássicas, o Kelvingrove Art Gallery and Museum é uma das grandes atrações de Glasgow. Você pode ficar horas aqui, ora deslumbrando-se com um avião de combate Spitfire da II Grande Guerra, a Anunciação de Botticelli ou a pintura mais admirada da Escócia, o Cristo de São João da Cruz, de Salvador Dalí. Esse museu é admirado não só suas diversas coleções, mas também seu magnífico corredor principal

Fotos do Museu Kelvingrove:

Algo notável  na Escócia é a diferença das rochas utilizadas na construção das cidades, dependendo do que há de disponível na região.Em Glasgow foi usado o arenito vermelho, o que torna esta cor predominante em vários bairros.

glasgow_205
A vida universitária vibrante que emana do lindíssimo campus da centenária Universidade de Glasgow, as belas coleções nos diversos museus, a concentração de lojinhas e verdadeiros tesouros vintage e as áreas verdes são apenas alguns charmes da cidade — porque, no fundo, é o povo simpático, hospitaleiro e irreverente que cria um clima de bem-estar e a vontade de voltar.

Desde 2008, ano em que Glasgow ganhou a distinção de “cidade da música” da Unesco, essa metrópole industrial reinventada no oeste da Escócia só fez reforçar sua fama de centro cultural e de entretenimento. Em qualquer noite da semana você pode caminhar pelo West End, perto da universidade, ou em Merchant City, no centro, para encontrar casas pulsando ao ritmo da música eletrônica, pubs onde se ouve a tradicional música gaélica, restaurantes sofisticados, dive bars e teatros alternativos, verdadeiro cadinho para todos os gostos.

glasgow_22
Turisticamente falando, Glasgow é pequena. Praticamente todas as principais atrações podem ser alcançadas a pé e algumas (poucas) vão exigir deslocamento com transporte público (ônibus ou metro).

Saiba que não existem voos direto do Brasil pra Escócia, então o jeito é ir até Londres ou qualquer outra cidade européia. Dependendo da opção escolhida, é possível chegar em Glasgow somente de avião, ou de avião, ônibus ou trem. Glasgow é servida por dois aeroportos: o Glasgow International Airport (IATA: GLA) e o Glasgow Prestwick Airport (IATA: PIK).

As obras de Charles Rennie Mackintosh estão espalhadas por toda a cidade, mas fãs de arquitetura também se encantarão com The Lighthouse, o centro nacional para arquitetura e design da Escócia.

glasgow_174

A maior cidade da Escócia é cordial e agitada, com construções imponentes do século XIX, animada atividade teatral, o cenário de música alternativa mais conhecido fora dos Estados Unidos e bares cuja variedade abrange desde locais bem modernos até pubs tradicionais.

Glasgow Botanic Gardens

glasgow_186
O Glasgow Botanic Gardens na West End abre diariamente, mas fecha ao entardecer. A entrada é gratuita e há banheiros públicos. As estufas, o Visitor Centre (Centro de visitantes) e o salão de chá abrem no meio da manhã e, geralmente, fecham mais cedo do que os jardins do parque. O local fica a 40 minutos de caminhada do centro da cidade. A estação de metrô Hillhead fica a cinco minutos de caminhada e você também pode chegar lá de ônibus ou de carro do centro da cidade.

Thomas Hopkirk, um botânico de Glasgow, fundou os jardins em 1817 com um núcleo de 3.000 plantas. Os jardins se mudaram para sua localização atual em 1839 e, em 1842, foi inaugurado um jardim para somente membros. Atualmente, esse parque é público e atrai quase meio milhão de visitantes por ano. Nele você encontra Kibble Palace com uma estufa que cobre os 20 hectares de jardins. O inventor e engenheiro John Kibble projetou a impressionante estrutura na década dos anos de 1860 para a sua residência particular.

Mais fotos do Jardim Botânico:

O sistema de ônibus e metrô é bem eficiente e facilita os passeios pela cidade. Não deixe de visitar o Museu de Arte de Kelvingrove, a Necrópole Vitoriana ou a surpreendente deliciosa iguaria local: a pizza frita. Glasgow é a porta de entrada para as ilhas e as Terras Altas.

glasgow_141
Glasgow reúne rica arquitetura, museus, parques e diversão. O destino rende belas fotos, diversão em festivais e pubs, além de momentos inesquecíveis na região do rio Clyde e no centro, onde estão as famosas ruas Sauchiehall Street e Argyle. Inclua no roteiro o Jardim Botânico e o Museu Riverfront.

Queen’s Park

glasgow_164
Queen’s Park è um local recreativo, com jardins cobertos subtropicais, répteis, lagos com peixes e música ao vivo que fazem deste parque uma atração famosa em Glasgow, o ano todo.Tem gramados bem cuidados, enorme estufa, animais exóticos e aves locais.

O famoso arquiteto inglês Sir Joseph Paxton projetou este parque de 60 hectares no final dos anos 1800. O nome do parque foi uma homenagem à memória de Mary, a rainha dos escoceses, e tem uma vista majestosa da cidade, com as colinas Campsie Fells e a montanha Ben Lomond visíveis em dias claros. Algumas igrejas góticas das proximidades muitas vezes estão em cartões postais e fotos deste pitoresco parque da cidade. Entre elas estão a Camphill Church em estilo francês e a Queen’s Park Church of Scotland. O Queen’s Park é um local habitual de eventos culturais e musicais, como o extremamente popular Southside Festival que ocorre na primavera.

 

glasgow_171

Glasgow é um local excelente para os interessados em cultura contemporânea. Abriga mais de 20 museus e galerias de arte, incluindo a premiada Burrell Collection, o enorme Kelvingrove Museum and Art Gallery e o Riverside Museum, um espaço arrojado projetado pela arquiteta iraniana Zaha Hadid, dedicado ao patrimônio dos meios de transporte da cidade.

Universidade de Glasgow

glasgow_120
A Universidade de Glasgow é a quarta mais antiga universidade do mundo de língua inglesa e a segunda mais antiga da Escócia, fundada em 1451. É conhecida internacionalmente por seus cursos de medicina e veterinária, e também pelos cursos de administração e arte. É onde se encontra o museu The Hunterian, o mais antigo museu aberto ao público da Escócia com uma coleção impressionante de mais de um milhão de itens que vão de múmias até obras de arte.

A Universidade de Glasgow é a segunda mais antiga da Escócia (ficando atrás somente da Universidade de St Andrews) e a quarta mais antiga dos países que falam inglês. Além disso, ela sempre está entre as 10 melhores universidades do UK e entre as 100 melhores do mundo.

glasgow_208
Glasgow é considerado o segundo maior centro de compras de todos o Reino Unido, ficando apenas atrás de Londres. Nem é muito dificil descobrir pq a cidade é a mais procurada pelos escoceses quando o assunto é compras. A grande maioria das lojas britânicas, lojas de departamento e lojas de marcas mundiais são encontradas ali. As principais ruas de comércio de Glasgow são: Argyle Street, Buchanan Street, Sauchiehall Street e Ingram Street. Todas elas ficam bem perto uma da outra, quando não se cruzam em algum momento. Além disso, Glasgow tem diversos “shoppings” também. Toda essa região de compras de Glasgow é chamada de Style Mile.

 

Veja mais fotos de Glasgow:

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo