Você está aqui
Home > ESTADOS UNIDOS > Missouri > Saint Louis um Portal para o Oeste Americano

Saint Louis um Portal para o Oeste Americano

Conhecida como o “Portal do Oeste”, St. Louis oferece todas as vantagens de uma grande cidade cosmopolita e possui inúmeras atrações culturais e históricas. Saint Louis é a cidade de onde saiu a expedição de Lewis e Clark, enviados pelo presidente Thomas Jefferson para atravessar o oeste americano e mapear a região, no processo da expansão das fronteiras dos EUA até o oceano Pacífico. O símbolo da cidade é o arco chamado Gateway Arch e a expedição partiu de Saint Louis porque a cidade era basicamente a fronteira oeste dos EUA naquela época, às margens do grande rio Mississippi. A cidade em si tem menos de 350 mil habitantes, mas a região metropolitana tem quase 3 milhões de pessoas, então é uma das 20 maiores áreas metropolitanas dos EUA.

Gateway Arch

saint_louis_45
O arco símbolo da cidade foi inaugurado em 1965 e tem 192 metros de altura, nada menos que o maior arco do mundo e o mais alto monumento do Ocidente também. Você pode ir até o topo através de um elevador que é quase um trenzinho que sobe por dentro do arco.  A vista da cidade é bem legal, como não poderia deixar de ser. Na base do arco (subterrânea) tem um museu sobre a expansão para o oeste, o Museum of Westward Expansion e uma lojinha. O arco fica no Jefferson Memorial que é uma praça bem bonita. Endereço: 100 Washington Ave, St Louis, MO 63102

A história de St. Louis foi fortemente influenciada pela expansão para o oeste e pelos blues. A atração imperdível é o Gateway Arch, mas outros lugares importantes são o Museum of Westward Expansion e a Catedral de St. Louis. A fábrica da Anheuser-Busch também merece uma visita. A cidade oferece inúmeras opções para toda a família. As crianças poderão se divertir no zoológico da cidade e na Magic House, enquanto o restante da família descansa no Forest Park, sede da Feira Mundial há quase um século.

saint_louis_04a
A majestosa Old Court House com o arco ao fundo.

Dois prédios históricos desta área que valem a pena ser visitados são a Old Courthouse, construído entre 1839 e 1862, agora transformado num museu onde o papel da cidade na conquista do oeste é relembrado, e a Basílica de St. Louis Rei da França, conhecida como Old Cathedral, a mais antiga catedral do lado oeste do país, e onde foi celebrada a primeira missa da cidade, em 1764.

saint_louis_85
A principal atração do Gateway Arch é o bondinho que vai até a parte superior do arco. Sua cabine parece uma nave espacial de tão apertada, mas em compensação a vista do topo é fantástica e dá para enxergar dois estados: Missouri e Illinois.

A cidade tem um centro bem cuidado apesar de não muito movimentado, com bons restaurantes locais, prédios históricos, hotéis e algumas atrações turísticas que valem a pena. Saint Louis é uma cidade grande e bastante espalhada. A melhor forma de ter uma boa visão de seus diferente bairros é percorrer a avenida Lindbergh – Lãmber, como dizem por lá – que praticamente faz o contorno completo da cidade.

saint_louis_90
Toda área em volta do arco – Gateway Arch- forma o Jefferson National Expansion Memorial Park. Na base do grande arco uma grande escadaria conduz ao subsolo do monumento. Lá está um conjunto de atrações , o Museum of Westward Expansion,  relacionadas a este projeto revolucionário, bem como da conquista do oeste.

Foi desta cidade, talvez mais do que de qualquer outra, que saíram centenas daquelas caravanas tão vistas em filmes westerns, enfrentando índios e tantas outras adversidades, para colonizar as distantes terras do oeste americano. E foi para simbolizar este portão de entrada do oeste que a cidade decidiu construir o que passaria a ser o seu principal símbolo: o Gateway Arch, um imenso arco de concreto e aço, com altura equivalente a um prédio de 65 andares. Ele dá as boas vindas a todos que chegam a Saint Louis, e homenageia todos que dela partiram rumo ao desconhecido.

saint_louis_32

O Museum of Westward Expansion, situado no interior do arco, dispõe de ótimas fotos e informações sobre a construção desta maravilha de aço. Há também várias exposições sobre a vida em St. Louis no século XIX, quando ela era uma movimentada cidade portuária. Além disso, há informações detalhadas sobre os primeiros pioneiros e a expansão dos EUA para o oeste. O cinema do museu passa dois documentários diariamente: um sobre a construção do monumento, e o outro sobre a histórica expedição de Lewis e Clark. Compre souvenirs na loja de presentes do museu e comida gourmet e utensílios para o lar na Levee Mercantile, ambas na parte inferior do arco.

saint_louis_98

No  Jefferson National Expansion Memorial Park  , aqui onde me encontro, há dois cinemas,  sendo um no formato IMAX, onde são apresentados filmes contando a história da construção do arco e da conquista do oeste americano. Há também o Museum of Westward Expansion e bonecos animatrônicos ao estilo Disney, representando índios e outras personagens da época, que se movimentam e contam histórias.

saint_louis_12
Das gaiolas a vapor aos parques de esculturas, e das cervejarias ao blues, é fácil captar o espírito de St. Louis.

A construção do Gateway Arch serviu também para revitalizar a área central de Saint Louis. Em volta agora existe um belo parque,e um ancoradouro de onde partem embarcações turísticas para cruzeiros rápidos pelo rio.

saint_louis_103

St. Louis, conhecida como “A porta para o oeste”, é uma mistura eclética do charme sulista e da sensibilidade do meio-oeste. Bairros históricos com ruas de paralelepípedos fazem contraponto a um moderno centro repleto de estádios esportivos, danceterias e apartamentos de luxo. Gigantes do blues e do jazz, como Chuck Berry e Miles Davis, nasceram aqui e contribuíram para colocar os clubes efervescentes de St. Louis no mapa musical.

saint_louis_13
Lar de indígenas norte-americanos por centenas de anos antes da chegada dos franceses no fim do século XVII, St. Louis desenvolveu-se gradualmente até se tornar um importante porto e cidade comercial. O ano de 1904 marca sua era de ouro, quando a cidade sediou tanto os Jogos Olímpicos de Verão e a Feira Mundial. A um período de declínio, na década de 1950, seguiram-se projetos de rejuvenescimento urbano que devolveram a prosperidade a St. Louis.
saint_louis_82
Descendo a escadaria junto ao rio ,área central de Saint Louis defronte ao arco. você encontra barcos que fazem passeios turísticos pelo rio Mississipi. Aliás, é passeio clássico para quem visita Saint Louis é dar uma volta pelo rio Mississippi, que banha a cidade. Existem diversas embarcações turísticas que fazem roteiros de uma hora pelo rio, e o ponto de embarque é em frente ao Gateway Arch.

Passeios de barco no Rio Mississippi: o rio mais famoso dos EUA é o limite leste da cidade e você pode chegar bem pertinho dele quando for ao Gateway Arch. Os dois barcos antigos do jeitinho dos famosos barcos de entretenimento que fizeram fama no Mississippi estão na cidade há 50 anos fazendo os cruzeiros. São várias opções de tours, dos mais rapidinhos que tem 1h de duração a passeios de Ano Novo, Brunch aos domingos, Blues, etc.
Endereço: 50 S. Leonor K. Sullivan Blvd., St. Louis, MO 63102

saint_louis_04d
O Grand Center é o centro cultural, sempre cheio de turistas e habitantes locais que querem desfrutar das galerias, teatros e salas de concertos. A The Pulitzer Foundation for the Arts é um conhecido centro de criação de artes plásticas, literárias e teatrais. O vizinho Laumeier Sculpture Park propicia um cenário tranquilo aos amantes da arte: o bosque de 100 acres conta com uma exposição de dezenas de esculturas.

A cidade possui 105 parques que servem como centros culturais e pontos turísticos e que contém parques infantis, zonas para o Verão concertos, piqueniques, beisebol, jogos de tênis,  tribunais, e lagos. O Forest Park, localizado na borda ocidental do corredor central da Cidade de St. Louis, é um dos maiores parques urbanos do mundo, superior ao Central Park na cidade de Nova Iorque por 500 hectares

saint_louis_04b

Esta é uma cidade independente, localizada no estado americano do Missouri, na fronteira com o estado do Illinois. Localiza-se na confluência do rio Mississippi e do rio Missouri, sendo uma das principais cidades do Meio-Oeste americano.

A arquitetura possui uma influência europeia muito grande e costuma-se dizer que St. Louis é a cidade dos mini-castelos de tijolinhos vermelhos. Os “red bricks” estão por todo parte e dão um charme todo especial a cidade. Em alguns bairros como Soulard e Laffayete Square há o Spring House & Garden Tour, onde os donos das casas de estilo vitoriano abrem suas portas durante o festival e permitem que os moradores da cidade e turistas visitem suas casas e conheçam um pouco mais sobre o lugar, a história e a arquitetura local.

saint_louis_115
Com um grande número de imigrantes europeus que se instalaram na cidade, St. Louis cresceu e, assim, nasceram empresas que se tornaram gigantes globais como a Anheiser-Busch (produtora da cerveja Budweiser), Purina (atualmente parte do conglomerado Nestlé), Monsanto, dentre outras que se instalaram algum tempo depois, como Boeing, Mallinkrodt e IBM.

Saint Louis é um destino animado por conta própria, cheio de bairros convidativos, alguns saindo de um longo declínio e revitalizados por arte pública, vida noturna diversificada e restaurantes que exploram a riqueza dos rios e fazendas ao redor. Some a essa mistura a sensibilidade do Meio-Oeste e o charme do Sul e você terá uma cidade olhando para o futuro.

saint_louis_74
Union Station: a estação de trem de 1894 que foi um dia a maior e mais movimentada do mundo é um prédio tombado pelo patrimônio histórico que foi transformado em hotel e shopping center.

A Saint Louis Union Station foi construída em 1894, e foi a maior, mais central e movimentada estação de trens dos Estados Unidos, e equivalia na época, a um super  aeroporto de nossos dias. Com o declínio dos trens como transporte de massa ela perdeu sua importância e quase foi demolida. Mas felizmente prevaleceu o bom senso, e graças à sua importância histórica o prédio foi reformado e transformado numa mistura de revival dos anos 40 com shopping do século 21. Hoje lá estão diversas lojas e restaurantes, em conjunto com o luxo das estações de trem da época.

 

saint_louis_131
A frase tirada do clássico filme de Hollywood de 1944, “Meet me in St. Louis”, ou “Agora Somos Felizes” (título em português), diz muita coisa sobre a cidade. St. Louis é uma cidade grande com jeitinho de cidade pequena, e ao mesmo tempo é uma cidade pequena com espírito de cidade grande.

Apesar de não ser uma cidade famosa mundialmente como Nova Iorque, Los Angeles ou Boston, em St. Louis é possível encontrar gente de muitas nacionalidades. Áreas como o Loop, South Grand, Hill, Bevo Mill e Cherokee St. são bastante diversificadas no comércio, no jeito das pessoas se vestirem, na música e nos variados restaurantes que apresentam desde a típica comida do meio oeste americano até a culinária somali. Estando na cidadelembre-se de provar o famoso Gooey Butter Cake e os Toasted Raviolis. Vale a pena!

saint_louis_78

St. Louis  está longe de ser uma local que atraia muitos turistas brasileiros. No entanto, quem a visita  se surpreende com a história do lugar, a importância geográfica na região, as grandes empresas, os festivais, a arquitetura, culinária, paixão pelos esportes, custo de vida baixíssimo e excentricidades.

saint_louis_120
St. Louis esteve sob domínio dos franceses (daí o símbolo da cidade ser a Fleur de Lis), dos espanhóis, dos britânicos e por fim, dos americanos.

Um cognome do Missouri é Mother of the West (Mãe do Oeste). O Missouri foi adquirido pelos Estados Unidos na Compra da Luisiana de 1803, e foi uma das primeiras regiões do novo território a ser povoada por assentadores norte-americanos. À medida que o país passou a expandir-se em direção ao oeste, o Missouri passou a ser uma das principais escalas dos migrantes.

saint_louis_60

saint_louis_65
Jogo de Baseball: o St. Louis Cardinals é um dos times grandes de baseball americanos e o estádio – Busch Stadium, para 46 mil pessoas construído no mesmo estilo dos estádios antigos – fica bem em downtown. Vale a pena assistir um jogo caso você esteja na cidade na época certa, procure ingressos de última hora no Stubhub. Endereço: 700 Clark Ave, St Louis, MO 63102

Considerada a melhor cidade para beisebol dos EUA, nenhuma viagem estaria completa sem ir a um jogo de beisebol do St. Louis Cardinals. O Cardinals são o coração e a alma da região. São mais de 3 milhões de fãs no Busch Stadium a cada temporada.

saint_louis_69
No interior da Saint Louis Union Station , encontramos modernas lojas e restaurantes.

Antiga estação de trem onde hoje ficam um hotel, vária lojas e restaurantes (incluindo o famosoHard Rock Café). A arquitetura original foi mantida por dentro também. No verão há sessões de cinema de graça, exibindo filmes clássicos como Casablanca e Gilda.

saint_louis_104
Esta foto foi batida do mirante de observação situado no alto do Gateway Arch, e dá uma boa panorâmica do centro de Saint Louis. O prédio de cúpula verde no centro do gramado é a Old Court House. À esquerda pode-se ver um trecho do Busch Memorial Stadium, e do lado oposto, prédios comerciais e hotéis de luxo. Quem estiver interessado em conhecer um pouco mais sobre a história desta parte do país pode ir ao Missouri History Museum, que traça um bom perfil da colonização do estado e do seu crescimento como polo comercial e industrial.

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo