Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > Itália > Duomo de Siena é muito linda

Duomo de Siena é muito linda

Siena é a segunda cidade da Toscana, distando 90 quilômetros de Florença, e é visitada por milhares de turistas que vêm atraídos por dois motivos principais: por um lado, o célebre Il Campo, uma das praças góticas mais famosas do mundo, onde anualmente se realiza o Palio, uma das festas tradicionais mais conhecidas de Itália; por outro, a catedral de Siena, o Duomo, que foi um dos edifícios mais marcantes da arquitetura da sua época.

Piazza del Campo

siena28
A praça principal, em forma de meia-lua, é a Piazza del Campo, e é onde se encontra o Palazzo Pubblico (câmara municipal ou prefeitura, século XIV), com o famoso Campanile (campanário), e onde se encontram os afrescos de Simone Martini e Ambrogio Lorenzetti e relevos da Fuente Gaia de Jacopo della Quercia. A cidade, que foi um próspero centro comercial e financeiro nos séculos XII a XIV, tomou partido dos gibelinos e entrou em acirrado conflito com Florença, onde predominavam os guelfos. Apesar do “couro” que os sienenses deram nos florentinos na batalha de Montaperti, em 1260, a peste de 1348 e rivalidades internas provocaram a decadência da cidade, que acabou anexada pela poderosa rival. De sua época de glória restaram muitas construções e obras de arte, que podem ser apreciadas em meio ao cenário ainda medieval do centro, dominado pela Piazza del Campo. O Palazzo Pubblico de Siena, construído no finalzinho do século XIII, em estilo gótico característico, com sua fachada com janelas em arco, separadas por colunas, foi durante muito tempo sede do poderoso governo sienense. Sua Torre del Mangia, com 102 metros de altura, é uma das mais altas torre medievais da Europa. A vista lá de cima é espetacular.

 

siena44
A cidade de Siena é um lugar mágico situado no coração da Toscana, onde a beleza o fascínio tem atraído centena de turistas durante os séculos. Rodeada de olivedos e de vinhedos do Chianti, Siena é uma das cidades mais bonitas da Itália.

A Piazza del Campo é a perfeita piazza italiana, um lindo e gigantesco espaço cercado de ruas largas que repentinamente convergem em frente à exótica prefeitura municipal. As mesas do Bar Il Palio  têm uma das melhores vistas da piazza; depois do jantar, experimente a grappa ou o vin santo.

siena70
Nesta praça também está a alta Torre del Mangia. Na Piazza del Campo realiza-se a famosa e emotiva corrida de cavalos chamada Palio di Siena. O Palio é feito duas vezes por ano, a 2 de Julho e 16 de Agosto, com 10 cavalos e cavaleiros, e cada par representa um dos 17 bairros da cidade, designados contrade. Excepcionalmente, em anos de Jubileu realiza-se um terceiro Palio. O Palio é uma festa que mobiliza a cidade inteira. Há uma “briga” entre as contrades (bairros). O ingresso custa em torno de 125 dólares e lota. No centro, as pessoas ficam em pé e não paga-se nada! E não importa se só cavalo passar – a Contrata ganha.

 

siena89
Palácio Público – Palazzo Pubblico (câmara municipal ou prefeitura, século XIV), com o famoso Campanile (campanário),

O santo franciscano de Siena, São Bernardino, é célebre por ter sido o maior expoente, no Catolicismo, da via espiritual de invocação do Nome Divino, que encontra similares em todas as grandes religiões, do Budismo (nembutsu) ao Islã (dhikr) e ao Hinduísmo (mantra). Os sermões que Berbardino fez na praça central de Siena provocaram tal fervor religioso e devoção ao nome de Jesus que o conselho municipal decidiu colocar o monograma do nome de Jesus (composto pelas letras IHS, significando “Jesus salvador dos homens”)na fachada do prédio do governo. Do mesmo modo, muitos cidadãos o pintaram sobre as fachadas de suas casas, como até hoje se pode ver na cidade.

siena68
O centro da via Senese é a Praça do Campo, onde muita gente passeia durante o dia e a noite. Esta praça é também o cenário para o espetacular Palio, a famosa corrida de cavalos que realiza todos os 2 de Julhos e os 16 de Agosto.

Duomo

siena49
A fachada do Duomo, é exuberantemente rendilhada, no mais exuberante gótico italiano, de mármore branco, muito bem recuperado, aqui e ali marcado pelo mármore rosa – todo o resto do edifício é também de mármore, por vezes matizado de preto, outras vezes de verde-escuro.

A Catedral de Siena (1136-1382) é um exemplo espetacular da arquitetura românico – gótica com influência de Pisa. Se o plano do século 14 para ampliar a nave tivesse sido posto em prática ela seria a maior igreja da cristandade, mas a ideia foi abandonada quando a peste negra de 1348 matou quase metade da população local.

 

siena09
Entre os tesouros do Duomo estão esculturas que são obras-primas de Pisano, Donatello e Michelângelo, um belíssimo piso de mármore marchetado e um magnífico ciclo de afrescos de Pinturicchio.

Na galeria lateral da nave inacabada, mas coberta, está o Museo dell’Opera del Duomo, dedicado principalmente a esculturas retiradas do lado de fora do Duomo, incluindo um tondo (relevo circular) de uma Madona e Menino, provavelmente criado por Donatello, e diversas imagens góticas. O destaque do acervo fica com o imenso alar de Duccio, Maestà (1308-11), com Madona e Menino de um lado e, de outro, Cenas da Vida de Cristo. Siena também deu origem a vários Papas, sendo eles: Alexandre III, Pio II, Pio III e Alexandre VII. Os dois grandes santos de Siena são Santa Catarina (1347-1380) e São Bernardino (1380-1444).

siena50
Siena é universalmente conhecida pelo seu patrimônio artístico e pela notável unidade estilística do seu centro histórico, classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

 

siena01
Em Siena, todos os caminhos convergem para a Piazza del Campo. Ela representa o coração da cidade, com sua incomum forma de concha, quando vista de cima. A praça é dividida em nove faixas adornadas em mármore, que segundo reza a lenda, denotam as dobras do manto da Virgem Maria, além de ter representado o antigo Conselho dos Nove, grupo que governava Siena antigamente e que começou a adquirir terras na região com a intenção de construir uma grandiosa Praça Cívica. E sua vontade foi realizada em grande estilo.
siena40
Caminhar por suas estreitas ruas é uma das melhores coisas a se fazer em Siena. Suas construções ainda mantém o estilo arquitetônico medieval, o que nos faz sentir como se estivéssemos em alguns séculos atrás.

 

siena55
Pinacoteca Nazionale- Situada no Palazzo Buonsignori esta galeria contém uma coleção inigualável de pinturas de artistas da Escola de Siena, em que figuram a Madonna dei Francescani (1285), de Duccio, e O Abençoado Agostinho Novello e Quatro de Seus Milagres (c.1330), de Simone Martini.

siena67

siena23
Fontana Gaia – uma fonte localizada no alto da praça, abastecida por um antigo aqueduto que passava ali. Possui algumas figuras em relevo que representam: Adão e Eva, Maria e o Menino Jesus e as Virtudes. São todas cópias feitas no século 19. As originais estão preservadas em um museu próximo à piazza.

Siena, construída no alto de colinas e cercada de antigas muralhas, com um fabuloso centro histórico, é um daqueles lugares que não podem de modo algum faltar em um roteiro de viagem pela Toscana.

siena93
Segundo a mitologia romana, Siena foi fundada por Sénio, filho de Remo, e podem-se encontrar numerosas estátuas e obras de arte mostrando, tal como em Roma, os irmãos amamentados pela loba. Foi um povoamento etrusco e depois colónia romana (Saena Julia) refundada pelo imperador Augusto. Era, contudo, uma pequena povoação, longe das rotas principais do Império. No século V, torna-se sede de uma diocese cristã.

Siena rivalizou no campo das artes durante o período medieval até o século XIV com as cidades vizinhas. Porém, devastada em 1348 pela Peste Negra, nunca recuperou o seu esplendor, perdendo também a sua rivalidade interurbana com Florença.

siena19
Você sabia? – Siena e Florença são rivais super antigas devido as guerras medievais. – Em Siena (e na região da Toscana) você encontra quase sempre, os famoso Pão Forte. Este é como se fosse um bolo de Natal, é típico no inverno por ser bem calórico. Tem ingredientes como açúcar mascavo entre outras especiarias. Experimente, você não irá se arrepender

A Siena atual tem um aspecto muito semelhante ao dos séculos XIII-XIV. Detém uma universidade fundada em 1203, famosa pelas faculdades de Direito e Medicina, e que é uma das mais prestigiadas universidades italianas. Em 1557 perde a independência e é integrada nas formações políticas e administrativas da Toscana.

siena90
Sob muitos aspectos, Siena é a mesma há 800 anos. E isso é sensacional. A belíssima praça central do século 18, a Piazza del Campo, ainda é o coração simbólico e físico da cidade. Il Palio, a corrida de cavalo sem sela que acontece duas vezes por verão, ainda é o evento mais esperado da cidade; e as “contrade”, ou associações de bairro, ainda inspiram uma lealdade tão profunda quanto nos tempos medievais.

As ruas são bem estreitas e há várias ladeiras (já que a cidade fica em uma colina). Vários edifícios estão interligados entre si por uma espécie de arco (que na verdade é uma passagem entre eles). Tudo muito medieval. Não deixem de dar uma entrada nas confeitarias de Siena. Há 2 especialidades da região: o Panforte (bolo à base de amêndoas, com aspecto que lembra um pé-de-moleque, só que macio) e o Zuccotto (bolo recheado de creme, avelãs, amêndoas e chocolate).

siena37
Este é o portão de entrada da cidade. Fortezza Medicea – Essa fortaleza de tijolos foi construída por Cosme I em 1560, após a derrota de Siena para Florença na guerra de 1554-5. Houve um cerco de 18 meses, em que mais de 8 mil habitantes morreram. Os florentinos, então, dominaram os bancos e fabricas de lã locais. Lá está a Enoteca Italica, onde você pode provar e comprar bons vinhos da Itália.

Veja mais fotos de Siena:

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo