Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > França > Tours – França

Tours – França

Importante ponto de confluência da França, situada no centro do eixo de comunicação europeia, a região de Tours constitui uma das grandes metrópoles francesas. Atravessada por dois rios, o Loire e o Cher, a cidade de Tours é a porta de entrada turística do vale dos castelos de Loire. Berço francês do renascimento Tours é  também conhecida e apreciada por sua intensa vida cultural, gastronômica e criativa. Capital desta região apropriadamente conhecida como « jardim da França » , Tours sempre seduziu pelo clima e a beleza de suas paisagens. Capital da França nos séculos XV e XVI, a cidade conservou um importante patrimônio arquitetônico e um gosto estético apurado. A cidade de Tours simboliza a arte de viver « à la française ».

tours02
Tours tem uma população de 130.000 habitantes e localiza-se nas margens do Rio Loire. Em 1461, após os ingleses terem expulsado a família real francesa de Paris, Louis XI tornou Tours na capital de França e assim permaneceu até 1598, apesar de a residência real ter passado por vários Castelos do Loire.

Tours encontra-se a 240 kms de Paris mas a apenas 60 m de comboio TVG a partir da estação de Montparnasse. Sendo a capital da belíssima região da Touraine dominada pelo Loire e as suas margens onde ao longo de 100 km podemos vislumbrar mais de 40 castelos e palácios de uma beleza impressionante, aqui encontramos a concentração de um patrimônio natural e edificado.

 

 

tours01
Esta é a prefeitura de Tours, que foi construída sobre uma antiga cidade romana. A antiga Tours cresceu ao redor de dois povoados antigos: o lugar de peregrinação ao redor da tumba do bispo St. Martin do século 4º, em Vieux Tours, e o povoado romano do bairro da catedral. Os dois estão ligados por uma estrada romana, hoje rues du Commerce e Colbert. Apesar dos bombardeios nos tempos de guerra, o centro histórico de Tours ficou intacto e o Centro Antigo está repleto de casas medievais de estrutura de madeira e antigas torres de pedra.

 

Tours se afirma como uma cidade efervescente e convivial através de seus mercados que ocupam todos os bairros da cidade, alguns são mais tradicionais, como o do Carreau des Halles, situado em pleno coração da cidade, em uma região rica devido a sua história e seu patrimônio cultural.

 

tours12
Bem no centro, fica a Gare de Tours.

Tours é também um cidade universitária e todos os anos cerca  de 25000 jovens escolhem para estudar este destino que se torna muito alegre com as suas esplanadas cheias de vida. A zona comercial Halles Centrals é mais um espaço de excelente gastronomia sobretudo na Rua Colbert onde se concentram os restaurantes mais emblemáticos da cidade.

tours07
A Catedral Tours (Cathédrale Saint-Gatien de Tours), dedicada a São Gatien, seu primeiro bispo, foi iniciada cerca de 1170 para substituir a catedral recém-iniciadas que incendiou em 1166 durante a briga entre Louis VII da França e Henry II da Inglaterra .

Fundada na época galo-romana, a cidade de Tours foi também denominada “Caesarodunum” (a colina de César), ou seja, Tours é uma cidade romana do 1 º século  de  nossa  era.  No  4ºséculo,  a cidade estava numa fase de plena expansão  devido  aos  numerosos  peregrinos que vinham se reunir junto ao túmulo de Saint-Martin.

 

tours09
A Catedral de St. Gatien, é uma mistura de estilos dos séculos XIII a XV. Sua fachada foi construída com um calcário da região, fácil de ser esculpida, mas de desgaste fácil pelo vento e chuva. Conserva delicados arabescos esculpidos na pedra e belíssimos vitrais decoram o coro e as laterais da catedral.

 

tours08
Igreja de San Martin – São Martin de Tours é mais conhecido como San Martin ou São Martinho e é um dos santos que tem mais igrejas, templos e capelas em sua homenagem no planeta. A Basilica de St-Martin em Tours é uma basílica neo-bizantina construída em honra de St. Martin, bispo de Tours, no século 4.

 

tours05
A antiga Tours cresceu ao redor de dois povoados antigos: o lugar de peregrinação ao redor da tumba do bispo St. Martin do século 4º, em Vieux Tours, e o povoado romano do bairro da catedral. Os dois estão ligados por uma estrada romana, hoje rues du Commerce e Colbert.

Le Vieux Tours

Tours é famosa pela sua área original medieval, chamado le Vieux Tours.  Únicas na  Cidade Velha são suas bem preservadas casas de colombage (feitas com toras de madeira intercaladas com alvenaria). A Place de la Plumereau, é uma praça com bares e restaurantes , e o centro da praça é ocupado por uma feira ao ar livre. No centro velho de Tours, rodeada de ruas com pitorescas residências do século XV e XVI, as casas de colombage foram  restauradas depois do bombardeio na Guerra Mundial.

tours10
A parte antiga da cidade centra-se na Place Plumereau com diversas ruas pedonais em redor, onde se localiza o comércio, cafés e restaurantes. Alguns monumentos destacam-se no centro histórico, como a Basílica Saint Martin (estilo neo-bizantino) e a Torre Charlemagne.

Construções medievais dominam esta área da cidade, que concentra bares e restaurantes e é bastante agradável para um passeio. Carros não circulam no local. Tours foi bombardeada em 1944, na Segunda Grande Guerra Mundial e cuidadosamente vem sendo restaurada desde então

 

 

tours06
Tours pertence à rede nacional de “Villes et Pays d’Art et d’Histoire” , selo de qualidade atribuido pelo Ministério da Cultura às cidades que preservam e dão vida à seu patrimônio.

Berço francês do renascimento e banhada pelo rio Loire – Patrimônio Mundial da Unesco, a cidade de Tours é conhecida e apreciada por sua intensa vida cultural, gastronômica e criativa. Desde 1856 o célebre mercado de flores do Boulevar Béranger tem lugar em um jardim situado no coração da cidade, mudando suas cores de acordo com as estações. Tanto no inverno quanto no verão, ele reúne mais de quarenta horticultores, floristas e colecionadores. O Béranger figura entre os mais importantes mercados de flores da França.

 

tours03
Capital desta região apropriadamente conhecida como « jardim da França », Tours sempre seduziu pelo clima e a beleza de suas paisagens, e sua importância na história francesa data da época galo-romana. Capital da França nos séculos XV e XVI, a cidade conservou um importante patrimônio arquitetônico e um gosto estético apurado. Hoje o quarteirão médieval, brilhantemente restaurado, é palpitante : restaurantes, bares e boutiques se implantaram no coração do patrimônio histórico.

 

Tours é famosa por suas muitas pontes que atravessam o rio Loire .  Uma delas, a Ponte  Wilson  , foi danificada em 1978,  foi reconstruída exatamente como era antes
Tours é famosa por suas muitas pontes que atravessam o rio Loire . Uma delas, a Ponte Wilson , foi danificada em 1978, foi reconstruída exatamente como era antes

 

tours15
Em Tours não há castelos, mas sim uma linda catedral, interessantes museus e vários edifícios medievais, principalmente no centro antigo, que conserva inúmeras casas de colombage (feitas com toras de madeira intercaladas com alvenaria).

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo