Você está aqui
Home > NOTÍCIAS > Visto eletrônico para o Brasil facilita a vinda de turista dos EUA, Canadá, Austrália e Japão

Visto eletrônico para o Brasil facilita a vinda de turista dos EUA, Canadá, Austrália e Japão

Em evento no qual lançou o plano ‘Brasil + Turismo‘, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, detalhou as medidas que o governo pretende tomar para alavancar o setor. Entre as iniciativas está a efetivação dos “vistos eletrônicos”. O sistema foi regulamentado em 2014, mas, desde então, não foi implantado.

Os vistos eletrônicos deverão atender inicialmente os turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão.

A expectativa do governo é tornar o processo de liberação do documento mais rápido, eliminando a necessidade de o turista ter de ir aos consulados e embaixadas. Segundo o ministro, também está em estudo a ampliação do sistema para a Índia e China.

A partir do final de 2017, turistas vindos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão passarão por um processo mais simples para a retirada de visto para o Brasil. O processo de solicitação, pagamento de taxas, análise e concessão será todo online, com a estimativa da Embratur de que dure até 48 horas.

A medida faz parte do programa Brasil + Turismo, que pretende aproveitar o grande potencial turístico do Brasil na recuperação da economia, estimulando a vinda de turistas. Em 2016, a receita com o ingresso de estrangeiros no país somou US$ 6 bilhões, gerando 7 milhões de empregos, diretos e indiretos. Com as novas medidas, a estimativa é que esses números cheguem, respectivamente, a US$ 19 milhões e 13 milhões de postos de trabalho em 2022.

“Números dos técnicos do WTTC (Organização Mundial de Turismo e Viagens) indicam que, conforme vão diminuindo as restrições ao visto de entrada, os países podem apresentar um crescimento de 5% a 25% em arrecadação”, comentou, em nota, o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz.

O governo brasileiro já conseguiu emplacar uma exceção temporária na política de reciprocidade diplomática para viajantes desses quatro países durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A experiência representou aumento de 55,31% no número de estrangeiros com origem nos países beneficiados em relação ao mesmo período de 2015. Segundo pesquisa do Ministério do Turismo, 82% desses turistas afirmaram que a dispensa do visto facilitaria um retorno ao Brasil.

A medida atinge primeiramente esses quatro países por serem estratégicos, quando se fala em número de emissores e gastos em viagens. Posteriormente, o visto eletrônico deve se estender para a Arábia Saudita, Qatar, Índia e China.

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo