Você está aqui
Home > EUROPA > Europa > Espanha > A Coruña > A Coruña ou La Coruña fica na Espanha

A Coruña ou La Coruña fica na Espanha

Embora vulgarmente chamada “La Coruña” em espanhol, a designação galega “A Coruña” mantém-se como o seu nome oficial. Quem se lembra da cidade pelo time Real Club Desportivo La Coruña, sabe que alguns brasileiros já atuaram  por lá: Bebeto, Djamilnha e Mauro Silva, entre outros.  Esta é uma cidade portuária. Aliás, fica nela o maior porto da Galícia, o mais antigo farol em funcionamento do mundo – O Hércules -, construído no século II pelo imperador romano Trajano, uma cidade antiga lindíssima, também romana, praias propícias para o surfe e esportes náuticos e as famosas galerias galegas, marca da arquitetura da região . A cidade fundada a oito séculos tem uma história consistente – foi de lá, por exemplo, que saíram milhares de galegos rumo à América (incluindo o Brasil) entre os séculos 19 e 20.

Farol de Hercules

acoruña24
Um dos principais pontos turísticos de La Coruña é o Farol, que fica na Torre de Hércules. Trata-se de uma construção de 2 mil anos e é o mais antigo farol em funcionamento do mundo. Reza a lenda que seu construtor, o imperador Trajano, fez uma homenagem a Hércules, que teria enfrentado e matado o gigante Gerión e o teria enterrado sob o farol para impedir que se levantasse de novo.

O farol romano tem tanta importância histórica que foi escolhido pelo conselho do patrimônio espanhol como representante daquele país na Unesco. A aparência atual do farol que orienta embarcações numa das costas mais perigosas do mundo, a costa da Morte, data do século 17, quando a torre foi restaurada pelo rei Carlos 3º, depois de passar séculos desativada. Antes de ser abandonado, durante a Idade Média, o farol era considerado um dos mais importantes do mundo. No mapa-mundi do beato de Burgo de Osma, de 1086, o farol de Hércules tem o mesmo destaque que o reservado ao farol de Alexandria, já desaparecido.

Estatua de Breogan

acoruña08
Estatua de Breogan com a Torre de Hercules ao fundo. Por onde passaram, os romanos deixaram sinais de sua civilização e de sua arquitetura, e o norte da Espanha não é exceção. O farol de La Coruña, as muralhas de Lugo e as termas de Gijón são resquícios de uma cultura que marcaria para sempre a península Ibérica.

 

Nota histórica/lendária: conta a lenda que Hércules derrotou um monstro chamado Gerión na zona onde posteriormente se ergueu a Torre de Hércules, em sua homenagem. A caveira que vemos quer na bandeira da Coruña, quer na rosa dos ventos do parque da torre representa a vitória de Hércules sobre o dito monstro Gerión. Tal como María Pita, que participou na batalha para derrubar os britânicos quando estes atacaram a cidade, Hércules é um herói para os coruñeses.

Passeio Marítimo

acoruña25
Caminhar pelo Passeio Marítimo (orla de Coruña) apreciando a paisagem é tudo de bom. Ele se estende por toda a orla da cidade. A Coruña oferece uma infinidade de estradas, contornos naturais e avenidas. Espaços para todos os gostos para desfrutar a natureza ao máximo. No passeio marítimo fica a Torre de Hércules, o monumento mais emblemático da cidade. Data do século II e é o farol em funcionamento mais antigo do mundo.

La Coruña ou A Coruña situada na região da Galícia (Norte) é passagem para Santiago de Compostela, um dos destinos mais procurado do turismo espanhol. Mas La Coruña é um destino histórico, atlântico e cosmopolita.  A cidade milenar situada a Noroeste da Península Ibérica possui uma riqueza cultural que merece ser visitada. A começar pela Cidade Velha, onde fica o centro histórico com suas construções religiosas como a Igreja de Santiago, a mais antiga da cidade; o Convento de San Domingos; e o Conselho, localizado na Praça Maria Pita, de 1860.

acoruña01i
A Corunha silencia o som da música flamenca com as suas gaitas-de-foles de inspiração celta e canta numa linguagem própria. Revelando um lado distinto da Espanha, esta cidade do noroeste envolve-o em paisagens naturais e cria a harmonia perfeita entre o passado e o presente. Voltada para o oceano Atlântico e protegida pelas vizinhas Lugo e Pontevedra, a Corunha está localizada na península Ibérica, na região autônoma da Galiza.
acoruña02
Pode-se encontrar um pouco de tudo nesta cidade, desde centros comerciais a lojas de marcas conceituadas, marisqueiras, cafés e museus, e uma ampla variedade de hotéis e resorts. Mantendo a reputação histórica como importante cidade portuária, o porto da Corunha é um dos locais mais admirados e recebe diariamente numerosos barcos de cruzeiro. As famosas “galerías”, um conjunto de edifícios com varandas envidraçadas, afirmam-se como um dos maiores símbolos culturais da cidade

acoruña01b

Forte de San Antón

acoruña01l
O Forte de San Antón, conhecido localmente como Castelo de Santo Antón (em língua espanhola, Castillo de San Antón). Este forte foi iniciado no século XVI, em uma pequena ilha no centro baía de A Coruña, como complemento da defesa do porto da cidade, cruzando fogos com o Forte de Santa Cruz (Castillo de Santa Cruz) e com o Forte de San Diego (Castillo de San Diego). Em seu interior, atualmente, encontra-se instalado o Museu Arqueológico e Histórico de Corunha, inaugurado em Outubro de 1968.

 

acoruña21
No pavimento inferior do Forte de San Antón , nas antigas dependências da guarnição, encontram-se expostas peças dos diversos períodos da pré-História e da Antiguidade da Galiza, oriundas em sua maioria de escavações arqueológicas na região. No pavimento superior, na antiga Casa do Governador, recordam-se alguns feitos da história moderna da cidade, como a Invencível Armada (1588) e o posterior ataque de Francis Drake (1589), em cuja resistência se destacaram Maria Pita, o capitão Juan Varela, o capitão Troncoso e muitos outros locais.

 

acoruña03
O forte apresenta planta poligonal orgânica (adaptada ao terreno), de inspiração italiana.A entrada é defendida por Santa Bárbaras escavadas na rocha. O portão é encimado pelas armas do Império, com o Tosão de Ouro do governador marquês de Cerralbo e as do Santo Ofício.

 

acoruña01j
O Porto de La Coruña é um dos principais de toda Europa por estar localizado em uma confluência entre o Oceano Atlântico e o Mar Cantábrico, daí a facilidade de os cruzeiros marítimos aportarem na cidade. Além disso, sua localização geográfica proporciona dois quilômetros de praias, que em comunhão com os fortes ventos, criaram condições para a prática de esportes aquáticos, como a vela e o surfe.

 

acoruña10
Na orla marítima de La Coruña encontramos esta bonita fonte onde dois surfistas estão fazendo suas peripécias. Claro que paramos para as fotos, apesar do frio cortante que nos castigava.

 

acoruña30
Gostamos muito deste monumento aos surfistas na orla marítima. Até que Manuel tentou surfar..rsrsrsr . Em La Coruña, segunda maior cidade da Galícia, as ondas chegam a cinco metros

 

acoruña01c
O polvo é muito apreciado na gastronomia de A Coruña. E ganhou por isso uma escultura na orla marítima. Celebram-se várias festas populares e estas incluem quase sempre deliciosos exemplos da gastronomia galega. O “pulpo a feira” (especialidade de polvo), os vários mariscos e as “empanadas” são apenas alguns dos muitos sabores reunidos na cultura desta cidade. A acompanhar, o frutado vinho branco Albariño confere aos pratos de peixe um toque de perfeição.

Vale lembrar àqueles que gostam de explorar o lado histórico das cidades, que La Coruña tem um bom número de museus e uma ampla riqueza cultural, com teatros, espetáculos, cassinos, além de compras, bares, cafés e — claro — restaurantes. Aliás, a gastronomia é um dos pontos que mais chamam a atenção, já que não apenas a cidade, mas a região da Galícia, é conhecida pela sua cozinha, com ênfase nos pratos à base de peixes e frutos do mar.

acoruña19
Ao fundo a Torre de Controle Marítimo é um dos edifícios mais altos da cidade e pode ser visto de vários pontos da mesma.

Atualmente a cidade de La Coruña tem 10 metros quadrados de parques e jardins para cada cidadão, ou seja, que há cerca de 2,5 km ² de área ajardinada, que foi substancialmente mais elevada, dado o pequeno tamanho do município e dados também excelente desde o taxa buildability (número de terrenos urbanos construídos ou utilizados pela prefeitura) é cerca de 50%.

acoruña15
Graças a sua forma peninsular, o mar é onipresente, o que propicia agradáveis passeios na orla (uma das mais longas da Europa) com paradas estratégicas nos muitos bares e restaurantes distribuídos ao longo dela. A cidade também tem praias urbanas limpas razoavelmente bonitas, como a Enseada de Órzan, e está a um pulo das belas areias de Rías Altas.

 

acoruña01k
O ser humano é o tema central do Domus ou House of Man, situado no edifício futurista projetado pelo arquiteto Arata Isozaki . No interior, várias salas interativas mostram o homem a partir de um ponto de vista multidisciplinar

La Coruña tem um conjunto de museus dedicados à ciência: o Aquarium Finisterrae, a Casa das Ciências, com o Planetario, e a Domus, ou Casa do Home e o Museo de Belas Artes.

acoruña16

Quem se dirigir ao mar Cantábrico com a expectativa de encontrar apenas uma versão menos ensolarada do Mediterrâneo irá se surpreender. Os mares que banham as duas costas da Espanha devem ser desfrutados por suas características intrínsecas. Se o calor no verão é menos intenso no norte, nem por isso a costa cantábrica faz feio na comparação com o lado espanhol mais conhecido. O litoral da Galícia e de Astúrias é tão singular que vem do espanhol a denominação, em várias línguas, do profundo recorte geológico que leva o mar a entrar pelos rios da região. Dá-se o nome de rias a qualquer vale fluvial invadido pelo mar. A Galícia tem dois tipos de rias. As rias baixas, na costa atlântica, são mais largas (chegam a ter 30 quilômetros), profundas (até 70 metros) e longas (mais de 40 quilômetros rio adentro). As rias altas, predominantes na costa cantábrica, são menores e ladeadas por falésias mais altas.

acoruña37
A Coruña é uma cidade de mil possibilidades. Das mais calmas Paisagens marinhas a ruas vitais e cosmopolitas , iluminadas pelo sol ou pelo néon.

Palácio da Ópera

acoruña01g
O Palácio de La Coruña é um edifício na Glorieta de América, na cidade Herculina. Renomeada, desta forma, foi o antigo palácio de congressos. A construção de um novo congresso e centro de exposições, no balneário de El Puerto, Palexco, avançou a reforma do prédio que abriga a Orquestra Sinfônica de Galícia. Ele está localizado próximo ao Parque de Santa Margarita. O auditório principal reúne algumas técnicas extraordinárias e condições acústicas, e tem capacidade para 1729 pessoas. No mesmo recinto, a Opera House hospeda uma Câmara Municipal, a Câmara de apresentações, um VIP Câmara e uma área de exposição.

Praça Maria Pita

No centro da Coruña fica a Praça de Maria Pita, erguida em 1860 e principal ponto de encontro entre cidadãos e visitantes, onde fica o edifício do concelho, que alberga a maior coleção de relógios da Europa. O centro histórico da urbe é a Cidade Velha onde se encontram construções religiosas como a Igreja de Santiago, a mais antiga da cidade, a Colegiata de Santa Maria do Campo, com um museu de Arte Sacra, e o Convento de San Domingos, além de muitos outros pontos de interesse, como o Xardín de San Carlos, com um magnífico miradouro de onde se vê o Castelo de San Antón.

acoruña01d
Panorama da praça Maria Pita onde se insere o edifício da câmara (Ayuntamiento).No centro da Corunha fica a Praça de Maria Pita, erguida em 1860 e principal ponto de encontro entre cidadãos e visitantes, onde fica o edifício do concelho, que alberga a maior coleção de relógios da Europa.

Veja mais fotos de A Coruña:

 

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo